51comentários

“Tá. Mas Por Onde Eu Começo?” Parte 1 – Câmera

por em 03/11/2011
 
Sai clicando, ué!

Sai clicando, ué!

Chega de blablablá e vamos tentar colocar em poucas palavras como se começa a fotografar com filme. Prontos? Vamos lá:

Pegue uma câmera de filme, coloque filme dentro, e comece a clicar.

Não, não estou de sacanagem. É simples assim. Pra começar você só precisa de uma câmera e um rolo de filme. O resto é resto, e a ge te vê depois. Sério. Não se preocupe com isso agora. Mas vamos por partes:

Câmera: pra conseguir uma câmera analógica, de filme, você vai precisar de um esforço um pouco pesado. Vamos lá: levante a bunda da cadeira, ande até o armário, abra o armário, procure as caixas de coisas velhas, abra a caixa. Achou? Pois é… estava na sua cara esse tempo todo, né? :-)

Segundo o meu chutômetro, 50% das pessoas têm uma câmera de filme da década de oitenta guardada em algum armário de casa. E ela, não importa o modelo, é PERFEITA pra começar.
Primeiro porque ela provavelmente é fácil de usar, é semi-automática, e é de graça, já que já é sua. “Ah! Mas e aquele monte de câmera legal da Lomography, da ToyCamera, e que os fotógrafos legais do twitter usam?” Caaaaalma… a gente chega lá. A gente tá falando de começar. Depois de fazer o que estamos sugerindo aqui, você vai se sentir mais seguro pra comprar uma câmera nova (ou uma velha que ainda funcione e seja cool pra caramba pra você tirar onda por aí).

Olympus Trip 35

Olympus Trip 35

Ok, mas se você fizer parte dos 50% das pessoas que não têm uma câmera no armário? Peça pra um amigo que tenha. :-) O que? É uma opção barata também, não é? Não reclame! Mas se nem você, nem seus amigos, têm câmeras, vai ter que comprar uma mesmo. Em breve vamos escrever aqui sobre câmeras ideais pra iniciantes, mas por enquanto vamos pra uma sugestão infalível: Olympus Trip 35. Pesquise no Google, na feirinha de antiguidades da sua cidade, na loja de câmeras antigas do seu bairro, no seu fórum de fotografia preferido, no Mercado Livre. Vai encontrar muitas delas. E como ela é um pé de boi de cair o queixo, apesar de todas terem mais de 20 anos, geralmente todas funcionam.

A Trip é boa porque tem uma lente fantástica, mede e ajusta a exposição pra você (ou seja, é “meio que automática”), não usa pilha (sim, ela é mágica, meio Harry Potter. Ela mede luz sem usar pilha. Sério! Não tô brincando), tem controles manuais na medida certa pra te dar liberdade e não te confundir. Não tem aquele lance de “seu primeiro carro”? Então essa é a “sua primeira câmera analógica”.

Bom, com a câmera na mão, agora é escolher o filme. Mas isso fica pro próximo post, porque esse já tá tediosamente grande demais.

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • Fabio Moreira
    05/01/2015 em 4:21 pm

    Olá André, tudo bem?
    Sempre acompanho o Queimando Filme, e finalmente consegui comprar uma câmera para fazer minhas primeiras fotos analógicas. Só que estou tendo um pequeno problema com minha Olympus Pen EE.
    Esse modelo de câmera, pelo que eu pesquisei, é de foco fixo. A câmera permite fotografar em “Automático” (eu apenas devo ajustar a sensibilidade ISO) ou um modo “Semi-Automático” (que só me permite fazer escolher a abertura da lente).
    O meu problema é o seguinte. Quando eu seleciono o modo automático, a câmera simplesmente trava a toda hora. Aparece uma “bandeira” vermelha no visor. Acontece que eu reparei que o diafragma está se abrindo totalmente, todas as vezes. Ao que parece, ela não está fazendo esse ajuste de forma automática.
    E ás vezes acontece de eu testar e testar e testar e às vezes a câmera dispara.

    Quando eu seleciono a abertura de diafragma, o problema é o inverso.
    A câmera dispara todas as vezes, mesmo tampando a lente. É normal isso? Ela não deveria “travar” nessa situação?

    Existe alguém que faça a manutenção dessas câmeras?

    Foi uma experiência um pouco frustrante, mas, vou fotografar um filme e ver o que saí.

    Um abraço André, e mais uma vez, parabéns pelo site! :)

    Responder

  • Gabriela Mattos
    04/08/2014 em 4:37 pm

    Muito obrigada, André! Realmente elas saíram transparentes no negativo e tinham sido tiradas em ambientes mais escuros mesmo..

    As fotos foram essas: https://www.flickr.com/photos/125897681@N06/
    Seria mofo mesmo?

    Responder

  • Gabriela Mattos
    03/08/2014 em 7:45 pm

    Oi André, adorei o post, pena que só vi depois de ter comprado a minha Olympus trip 35!

    O fotômetro dela não está funcionando mas o vendedor me garantiu que ele só servia para evitar tirar as fotos em ambientes pouco iluminados.. Coloquei um filme e ela realmente “funcionou” no modo A.
    Quando revelei só saíram 18 das 36 poses e a maioria delas ficou com tipo uma película branca e com o foco em toda foto

    Será que se eu passar a usar ela manualmente, fora do A, ela irá funcionar ou realmente devo trocar por uma com o fotômetro funcionando??

    Responder

    • 04/08/2014 em 7:40 am

      Oi Gabriela! Em primeiro lugar é importante olhar o negativo e ver o que significa as fotos não terem “saído”. Se as que não “saíram” ficaram pretas, significa que foram superexpostas, receberam luz demais. Daí é questão de no futuro tomar cuidado em condições como aquelas. Se saíram brancas/transparentes é porque foram subexpostas, ou seja, o ambiente não tinha luz o bastante. Nesse caso, no futuro use mais luz :-)

      Sobre a “película branca”, imagino que seja um “fog” causado por mofo na lente. Nesse caso ela precisa de uma revisão pra lente ficar tinindo, ok? ;-)

      Responder

  • 12/05/2014 em 4:43 pm

    Oi Nina! Eu geralmente limpo por fora assim mesmo… evito coisas mais “pesadas” porque nunca se sabe qual o efeito de um quimico sobre aquele material…

    Responder

  • nina
    09/05/2014 em 3:34 pm

    andré, essa limpeza com água, algodão e álcool, se aplica também ao externo? tem umas sujeiras de tempo na minha olympus, daquelas que ficam grudadas.parece que a pessoa não usava a câmera há uns 5 anos. por dentro tá toda limpa, a câmera tá quase nova. apenas essa sujeira.
    abç.

    Responder

  • Beatriz
    17/10/2013 em 2:59 pm

    Oi André, eu estava vagando por ajuda e vi que possui a mesma câmera que eu, to tendo algumas dificuldades com a olympus trip 35, minha lente não está se ajustando ( ela nao abre, fica no tamanho pequeno sabe ? ) Se puder me ajudar eu agradeço muito !

    Responder

  • 07/09/2013 em 1:03 am

    Oi André!
    será q vc poderia me dar uma ajuda?
    eu tenho um sério problema com foco. Tenho uma zenit 122k, e aos poucos comecei a conseguir focar as coisas direito haha
    Porém estou tendo um problema de foco com a minha olimpus q é o seguinte, ela foca, mas foca a coisa errada!
    Um exemplo: http://25.media.tumblr.com/9817463483d43266f28b8c7a9ca7a3c8/tumblr_mq5300ux3a1sohe4zo1_1280.jpg
    E isso aconteceu mais de uma vez e eu não sei o q estou fazendo de errado… Acontece também de estar no foco “infinito” e o objeto a ser fotografado estar a mais de 4 metros de distancia, mas mesmo assim a foto inteira sair desfocada…
    Será q é algum problema da câmera ou comigo? hahaha
    muito obrigada desde já (:

    Responder

    • 17/09/2013 em 2:18 pm

      Opa Raquel! Por algum motivo só vi sua mensagem agora :-( Desculpe!

      Olha, eu tive um problema parecido com a minha Olympus OM-1. Era uma diferença entre o foco “real” (da imagem que vai pro filme) e do foco que chegava no visor. O problema era no espelho ou no pentaprisma. Na verdade ainda é, porque ainda não foi resolvido. Mandei pra manutenção. Sugiro que você faça o mesmo.

      Nessas antiguidades, uma revisão nunca é demais :-)

      Responder

      • 19/09/2013 em 5:09 pm

        Obrigada André!!!!!
        O pior que eu fiz uma manutenção nela assim que eu comprei…. Mas como ainda ta na garantia vou ver se tem jeito! Valeu mesmo!!!

        Responder

  • Leonardo
    01/03/2013 em 8:10 pm

    Olá André, estou com uma dúvida sobre a TRIP 35 que adquiri a pouco tempo, o diafragma não abre, não muda o tamanho com nem girando o anel de abertura, nem quando aperto o botão para tirar as fotos, simplesmente fica estático.. Estou usando filme de iso 400, todo o resto está ok, tem alguma solução?

    Responder

  • Natália
    12/02/2013 em 10:40 pm

    Olá André, estou a procura de uma olympus pra comprar e me iniciar no mundo da fotografia.
    O que devo observar quando for comprar? Ainda mais quando eu for comprar pela internet…

    Valeu! :)

    Responder

  • Lígia
    30/01/2013 em 2:57 pm

    Nossa comprei uma Olympus Trip 35 e estou levando um pau hahahaha não estou conseguindo bater as fotos, eu não sei se é o contador de fotos que ta quebrado ou as fotos não estão saindo mesmo O: Comprei na Galeria 7 de Abril e o cara fez o teste do fotometro, a bandeira vermelha sobe e tals, eu não sei o que fazer, você sabe se eu fiz alguma coisa errada? Tem como me ajudar por favor!!

    Responder

  • 23/10/2012 em 2:01 pm

    Adorei o post! Eu estava buscando algum incentivo para começar a fotografar usando filmes. E já que a Olympus Trip 35 é a “queridinha” da galera, acho que será uma boa eu começar por ela! hahahaha

    O único problema é que eu tenho quase certeza de que na minha cidade o laboratório só fará aquela revelação “automática” do filme… Mas tenho que checar isso primeiro!

    Obrigado pelas dicas! :D

    Responder

  • Erica Pinheiro
    10/05/2012 em 8:50 pm

    André, te mandei as fotos. Valeu pela ajuda.

    Responder

  • Erica Pinheiro
    09/05/2012 em 11:19 pm

    Ops. Filme Fuji Superia 200 com 24 Poses.

    Responder

  • Erica Pinheiro
    09/05/2012 em 11:18 pm

    Oi André, voltei. nem te mandei as fotos da bichinha porque um dia antes de te mandar o coments não aguentei e tinha colocado um filme. Hoje mandei revelar e de um filme Fuji 200 só sairam decentes 7 fotos. As outras ou estavam escuras demais, ou claras demais, mesmo no automatico. E o foco péssimo. Por mais que eu tenha usado o foco apropriado para casa situação… Tem alguma dica pra me ajudar a ajustar o foco corretamente?

    Obrigada de novo!

    Abraços

    Érica

    Responder

    • 10/05/2012 em 11:43 am

      Oi Erica! vamos lá:

      – Foco: o foco da Trip é por zona. Ou seja, tudo que estiver na distância aproximada da zona escolhida por você (1 metro, 1,5 metros, 3 metros, infinito) vai estar em foco. O que deve estar acontecendo é que você A) deve estar esquecendo de refocar a cada foto, e ai usa o foco da foto anterior, e/ou B) não está sabendo calcular, a olho nu, a distância correta do que está sendo fotografado :-))

      – Exposição: As fotos não foram tiradas todas no modo “A”, certo? No “A” a câmera escolhe automaticamente a melhor velocidade e abertura. Tente se lembrar se essas que sairam não tão legais não foram tiradas no modo manual, com você escolhendo a abertura…

      Se preferir, me mande as fotos por email, e a gente continua esse papo por lá :-) contato@queimandofilme.com

      Responder

  • Pris Chryssogelou
    08/05/2012 em 5:34 am

    Acredita que meu pai ia jogar a Trip 35 dele no lixo porque comprou uma digital “suuuuper incrível”…. falou assim, do nada, dei um grito: pára tudo estou indo retirar no local… nem sabia que ela era essa coca-cola toda da fotografia analógica, fui mais pela memória afetiva mesmo, mas ela faz fotos lindas e dupla exposição, de quebra o flash da Diana F+ cabe nela!!!!

    Responder

  • Erica
    07/05/2012 em 1:27 am

    Oi André tudo bem? Primeiro parabéns pelo site. MArAvIlHOsO e com explicaçoes faceis! Bom este site me animou a acordar cedo sabado e ir num bazar aqui perto de casa atras de uma camera pra chamar de minha. Fui sonhado em como seria bom achar uma trip 35 perdida por la. E achei. Só que perto do visor ta com uma oxidaçao. mesmo assim fiz os teste da lingueta e foi ok. Mexi na abertura e dei uns cliques e o diafragma aumentou a abertura conforme eu ia mexendo. PEnsEi com meus botoes. nao vai ser uma oxidaçao pequena q eu vou deixa-la pra aki. E a tia do bazar fez por 15 reais ainda. Trouxe. So que agora lendo o comentario do amigo acima me gerou duvidas. O diafragma aumenta a abertura na hora do clique né? ou assim que altero os valores ja abre? Perdida no bazar tbm tava uma Yashica MF3 Super. Bem conservada. Trouxe tbm. Ja usou ela? fiz bom negocio? A oxidaçao pode ter afetado algo na maquina por dentro? Só estes testes na trip ja é meio passo pra sair fotos decentes né? Desculpa o bombardeio! rsrsr Abraços

    Responder

    • 07/05/2012 em 1:52 pm

      Oi Erica! Olha, mesmo que a Trip esteja quebrada, ela vale 15 reais nem que seja pra decoração! :-D Mas eu acho que não está não. O diafragma só abre quando você dispara. Além disso, uma oxidação no visor (é por dentro ou por fora?) deve estar afetando só a estética da câmera. Se quiser, me manda umas fotos de celular dela (frente, traseira, cima, baixo, dentro) pra eu dar uma olhada nela, ok?

      Sobre a MF-3, eu usei quando era criança… mas é uma câmera que é confiável, apesar de não ter grandes controles manuais e opções. Mas é uma boa câmera pra levar pra lugares pouco seguros pra outras câmeras, como praia, shows, sair na chuva… porque se ela quebrar, o prejuizo é pequeno. :-)

      Bjs e obrigado pelos elogios! :-D

      Responder

  • Daniel Andreatta Marques
    14/04/2012 em 11:52 pm

    André, testei o fotômetro dela e está funcionando bem testei na luz bem forte tambem e o “buraco” fica bem pequeninho, conforme vai ficando escuro ele vai abrindo.
    Mas como eu sou teimoso kk, foi tirar uma foto agora a noite com uns amigos e a dita bandeira vermelha me apareceu, ai eu mudei do “A” para “2.8” e tirei a foto sera que fiz bem???
    ABÇ!

    Responder

    • 15/04/2012 em 9:34 am

      Perfeito! Na verdade o que aconteceu foi que a camera disse “tá escuro aqui…to avisando… Tire a foto por sua conta e risco”, e você tirou, por sua conta e risco :-))

      Responder

  • Daniel Andreatta Marques
    14/04/2012 em 1:19 pm

    Oi André, tenho uma Olympus trip e vou testa-la pois nunca a usei. já coloquei o filme tudu certinho,mas queria saber se eu bater fotos com ela dentro de casa num dia nublado sem flash na posição “A” sera que ficariam boas? Ou ficaria muito escura?

    Responder

    • 14/04/2012 em 11:09 pm

      Opa Daniel!

      A Trip tem um fotômetro que, quando a câmera está na posição A, a impede de tirar fotos em ambientes mais escuros do que o recomendado. Ela faz isso erguendo uma “bandeirinha vermelha” dentro do visor.

      Pra testar se o fotômetro (que não usa bateria, usa apenas a própria luz que entra na câmera como geradora de energia), está funcionando, simplesmente tape a frente da lente (aquele circulo de vidro em volta da lente é a entrada de luz do fotometro) e tente tirar uma foto no modo A. Se o fotometro estiver funcionando, a câmera não permitirá que você tire a foto: lebantará a bandeirinha vermelha, e não deixará o disparador ser apertado até o fim.

      Testa aí e diz se deu certo ;-)

      Abs!

      Responder

  • 22/03/2012 em 9:02 am

    Apesar de ter uma câmera digital, antes de comprá-la, tirei a Praktica MTL50 do meu pai, de 1985, do armário! A câmera está perfeita e já queimei uns 15 rolos com ela! No período de Natal, fui pra casa da minha avó e achei uma Trip 35 que achei que não funcionava. Limpei, coloquei um filme pra teste e foi perfeito! Nem revelei e já coloquei outro. Queimei também. Sem revelar, coloquei mais um! Adorei fotografar com ela e me rendeu várias fotos. Também utilizo aquelas câmeras descartáveis subaquáticas que são fantásticas!
    Grande abraço!

    Responder

  • Nani Almeida
    01/03/2012 em 4:14 pm

    Resumindo seu post: “Simples assim” HAHAHAHA, adorei!! Eu não tenho câmera analógica ainda, mas eu ainda lembro da câmera que tinha na casa da minha mãe, infelizmente não durou, pq eu brincava de tirar foto de mentirinha e aí, PUF, quebrei :/ mas serviu como um brinquedo por um BOM tempo! HAHAHAHAHAH
    Amo acompanhar o mundo analógico e logo logo me junto a ele!

    Beijos :D

    Responder

  • Jessica
    03/02/2012 em 1:21 am

    ah… eu faço parte do 50% que encontra nos armários. encontrei uma Canon AE-1 em casa. estava super empolgada, li manual e reviews… levei hoje para uma revisão e descobri que está com um problema no jogo de cortinas, o que custaria mais que uma câmera do mesmo modelo funcionando caso fosse arrumar. uma pena! desapegando logo, busco a (uma das) Olympus.

    Responder

    • 03/02/2012 em 7:42 am

      Uau! Isso é que é achado! :-) parabéns!! Mesmo quebrada, é uma belezura, né? :-D

      Mas, olha… sugiro pedir outras opiniões. vai que acha um técnico que conserte por menos?

      Abs!

      Responder

  • Jessica
    03/02/2012 em 1:17 am

    estou empolgada para iniciar, há 3 dias buscando e me encantando com as analógicas, e agora só resta a seguinte dúvida: Olympus Trip 35 ou Olympus Pen EE-3 (half-frame)?

    PS: parabéns pelo blog. é difícil encontrar um que fale de fotografia sem arrogância nenhuma como esse!

    Responder

    • 03/02/2012 em 7:45 am

      Oi de novo! ;-)

      Olha, vai de Trip, que é mais tradicional, e dá menos problema. Além do que a história de half-frame cansa depois de um tempo… é como qualquer “efeito”. Tem horas que você não quer usá-lo, e aí fica de mãos amarradas…

      Responder

  • 25/01/2012 em 10:54 pm

    Oi!
    Eu encontrei exatamente uma Olympus Trip 35 em casa, mas ela está com umas manchinhas de fungo na parte de dentro. Você tem alguma sugestão de como limpar?

    Valeu!! :)

    Responder

    • 25/01/2012 em 11:38 pm

      Limpa primeiro com cotonetes e água pura, com cuidado pra não deixar fiapos Fr algodão, e sem esfregar muito. O objetivo é tirar sujeira superficial e mofo. Passe o cotonete com carinho e paciência, mesmo que gaste horas, e uma caixa de cotonetes.

      No final, e nos piores lugares, use um pouco de álcool liquido, sempre passando um pouco nos cantos das áreas, pra ver se o álcool não esta soltando a tinta daquele local ou algo assim. Se estiver, não passe álcool ali.

      Se não sair, leva pra manutenção :-)

      Responder

    • 25/01/2012 em 11:39 pm

      Ah, e parabéns! Tirou a sorte grande na caca ao tesouro dentro de armários. A Trip é a câmera de vida mais longa com boa qualidade que eu já vi!

      E deixe ela em lugares arejados de agora em diante pro mofo não voltar! :-)

      Responder

  • 21/12/2011 em 5:33 pm

    Opa! Descobri recentemente o que é uma LOMO e tô desesperada, só consigo pensar nisso. Já fiz meu pedido no site. Eu sempre admirei a fotografia, mas não acreditei ser possível, pelo menos não para mim. A Lomo me trouxe isso a mente pela diversão, é quase que uma brincadeira de criança mesmo. Não é pra ser “sério” e se ficar, ótimo. Isso me inspirou MUITO. Daí que de admiradora pra conseguir o primeiro click bom não é tão simples, e esse “passo a passo” irá me ajudar bastante! Obrigada!

    Responder

    • 21/12/2011 em 6:07 pm

      Oi Bianca! Que empolgação, hein? :-) Conte com a gente, ok? Todo dia tem post novo por aqui! E, como já temos uns 60 publicados, você já tem leitura pra alguns dias… ;-)

      Qualquer dúvida é só falar!

      Responder

Deixa aí seu comentário!