7comentários

Sete Razões pra Fotografar com Filme: 1 – O Visual

por em 08/11/2011
 
s2

"s2", por Renan Viana

O site Light Stalking publicou recentemente um ótimo artigo apontando sete razões porque devemos fotografar com filme. Eu ia apenas indicar o artigo aqui no blog, mas depois achei que seria uma boa idéia citar o que o autor fala, e postar meus próprios comentários e experiências.

Sendo assim, vou postar um motivo por dia, pra não ficar um post único, grande e cansativo, ok?

Vamos lá então:

1. O visual, a textura do filme:

Muitos fotógrafos gastam muito tempo e dinheiro com equipamentos e processos em programas de computador pra tentar recriar o visual do filme. Existe uma textura muito bem definida e prazerosa nos filmes, que não dá pra descrever muito bem, e que não tem necessariamente a ver com ter mais ou menos qualidade do que a foto digital. É simplesmente diferente. Então, qual a forma mais fácil de se criar uma imagem “com cara de filme”? Use uma câmera de filme.
– Jason Row

Sob o Sol / Under the Sun

"Sob o Sol", por André Corrêa

Dude, esse é O MOTIVO pra eu fotografar com câmeras analógicas! Tá. Não é o único, mas é o mais prazeroso. Eu particularmente acredito que esse prazer, essa sensação boa, vem de uma nostalgia, do fato de termos, durante nossa vida, conhecido nossos antepassados, a infância de nossos pais, avós, imagens das cidades onde moramos… tudo através de fotos analógicas. Mas posso estar viajando.

O fato é que é gostoso ver os grãos, é gostoso ver as cores diferentes das do mundo real, é gostoso ver um registro diferenciado de uma cena conhecida. Um registro sabidamente menos realista, menos fiel do que o de uma câmera fotografica.

Eu mesmo já passei horas recriando as texturas de um filme em uma foto digital, mas nunca é a mesma coisa. É como se eu estivesse fingindo. É como se eu tivesse comprado comida em um restaurante e servisse pra minha família como se eu tivesse cozinhado. Dá uma sensação de #fail…

Posso estar viajando, mas pra mim o filme capta a emoção, a sensação do momento. Fotos digitais nem sempre fazem isso.

Enfim, por enquanto é só. Amanhã, o segundo motivo. ;-)

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • 29/02/2012 em 9:14 am

    Fotografar com filme é outra coisa. A fotografia é única.
    Como você disse no artigo, podemos até recriar os efeitos e texturas, mas nunca, nunca será a mesma coisa.

    É muito bom quando dizemos: Hoje vou REVELAR meu filme. É bem melhor do que dizer: Vou IMPRIMIR minhas fotos.

    Tenho duas câmeras digitais e uma analógica. Vira e mexe, compro um filme e saio em busca de uma boa foto.

    Abraços e parabéns pelo site. É de grande valia para todos que amam a fotografia.

    Responder

  • 28/12/2011 em 11:55 pm

    Não sei se virá nos próximos “posts” a respeito, mas, acho que foi o buiu que falou, fotografia tem aquele jeitão de “tudo igual”, que eu costumo chamar de “pasteurizado”. Com o filme temos mais variação. Pelo menos me parece…

    Responder

    • 29/12/2011 em 8:10 am

      Eu comecei esse blog com um texto fazendo uma comparação de fotografia com comida. Fotografia digital é como comida de restaurante, enquanto fotografia analógica é como comida caseira :-)

      Responder

  • 08/11/2011 em 11:52 am

    Confesso que fotografo pouco com filme, até mesmo por falta de tempo ;/
    O frio na barriga ao buscar as fotos no laboratório, e a surpresa com imagens que nem lembramos de ter feito são sensações únicas.
    Bom post, André ;)
    Vou aguardar os próximos!!!

    Abraço!!!

    Responder

Deixa aí seu comentário!