5comentários

Utilizando a Rebeldia da Luz Natural a Seu Favor.

por em 21/11/2011
 

O site Shutter Photo publicou recentemente um artigo legal, porém meio carente de criatividade, sobre como usar a “rebeldia” (ou a intransigência) da luz natural a nosso favor, como fotógrafos, em retratos (principalmente). Resolvi então, como já fiz anteriormente, trazer uma releitura do assunto e do artigo. Simbora.

O artigo traz cinco tópicos. Vou resumir a leitura deles, e acrescentar a minha:

1. Fotografando Sob o Sol do Meio-dia:

Podemos usar o sol duro e as sombras pesadas do meio-dia de uma forma simples: posicionando o rosto do personagem de forma que ele não fique com o topo da cabeça sob o sol (produzindo as famosas e horríveis sombras nos olhos e sob o nariz). Pode-se girar o rosto pra cima, pra baixo, pros lados, compor alguma brincadeira visual com as sombras… enfim. Não vai dar pra tirar o sol dali, certo? Então entre num acordo com ele. Pense “fora da caixa”, como se diz, Seja criativo. Improvise. Saia da caretice. Use a luz forte a seu favor e, principalmente, use as sombras fortíssimas, a seu favor.

2. Utilizando o Brilho do Sol e Seus Reflexos na Lente:

Essa é uma técnica (técnica?! :-) deleciosa de se usar, principalmente em câmeras com lente de plástico. Quando o sol bate diretamente na lente, principalmente nas que não têm anti-reflexo, como as mais caras, das SLR e DSLR, cria aquela “estrela”, aquele brilho que estoura a imagem. Muitas vezes isso pode estragar a foto. Mas se você souber usar a seu favor, pode compor lindas imagens. Basta apontar parte da lente, de preferência um dos cantos, diretamente pro sol, colocando-o diretamente em quadro. De preferência tire umas três fotos, cada uma variando um pouco a posição do sol no quadro. Assim você terá três resultados diferentes, e aumenta chance de ter um resultado que goste mais… :-)

3. Sombras Fortes Adicionam Drama:

A sombra, essa safadinha. Nunca está onde queremos. O que fazer? Mude você de lugar! :-) Essa dica é parecida com a primeira, mas se refere mais aos momentos do dia (ou locais) onde sombras escuras ocupam grandes partes do que você quer fotografar. Quando isso acontecer, repense o quadro, incluindo a sombra. Se você puder usar preto e branco, melhor ainda. O PB é grande amigo das sombras, e geralmente o resultado é lindo. O importante é não ter medo das sombras… você vai perceber que em alguns momentos ela inclusive pode se tornar um personagem melhor que o original!

Sem Título, por Maíra Erlich

Sem Título, por Maíra Erlich

4. Ele Está Por Toda a Parte…

Vamos lembrar das aulas de física do colégio: a luz está por toda a parte. Ela reflete em tudo, e depois vai pro seu olho, criando a imagem que você vê (ou vai pra câmera, criando a imagem que… ah, você entendeu). Pois então, use os reflexos a seu favor! Observe se existe uma parede perto do personagem, e se ela reflete a luz do sol. Você pode usar a parede como uma fonte secundária de luz! Na praia, a areia é naturalmente um gigantesco rebatedor (rebatedores fazem isso: rebatem a luz de volta quando a luz bate neles… simples, né?). às vezes uma simples folha de papel pode ser usada pra rebater luz em um objeto e fazer uma sombra indesejada sumir… o importante é se lembrar disso, e olhar em volta pra ver como você pode aproveitar melhor toda a luz que te cerca.

5. A Luz Natural Também Está Dentro.

Às vezes a gente se esquece, mas nas nossas casas, escritórios e afins existem uns buracos nas paredes chamados “janelas” que foram criados originalmente, quando não existia eletricidade, pra deixar entrar a luz natural. “Uau! Jura?”. Tá, mas antes de tirar sarro da minha cara, pergunte-se: você já, alguma vez, explorou a luz natural dentro da sua casa? Experimentou apagar todas as luzes, abrir todas as janelas, e ver como a luz entra e ilumina as coisas e as pessoas (e os animais de estimação)? Nã, né? Então vai fazer isso e depois a gente conversa :-)

Bom, acho que é isso. Agora dá licensa que eu vou apagar as luzes e tirar umas fotos das minhas gatas :-D

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixa aí seu comentário!