43comentários

Descomplicando o ISO dos Filmes (Também Conhecido Como ASA)…

por em 28/11/2011
 

Já falamos rápidamente aqui sobre o ISO dos filmes. Mas acho que tá na hora de detalhar um pouco mais, né? Então simbora.

ISO significa “International Organization for Standardization (em português é “Organização Internacional para Padronização”) e suas classificações de velocidade de filme  (ISO 100, 400, 800….) servem pra indicar a quantidade de luz necessária pra provocar uma determinada exposição (ou seja, queimar o filme e produzir uma foto).

Fuji Pro 160 NS (ISO 160) - Por buiu

Fuji Pro 160 NS (ISO 160) – Por buiu

Um filme normal é classificado como ISO 100. Já um filme com ISO 200 vai te permitir tirar a mesma foto que você tiraria com o filme de ISO 100 com metade da luz. Sacou? o número dobra, a luz divide pela metade. E assim vai. Um filme de ISO 400 precisa de metade da luz de um de 200, um de 800 metade da luz de um de 400, e blablablá…

“Mas porque essa matemática bizarra?” Sei lá. Só sei que é assim. A parada vai dobrando: 100, 200, 400, 800, 1600… mas vai pra baixo também, seguindo a mesma regra: 100, 50, 25… existem filmes que fogem desses múltiplos? Sim, mas são raros e feitos pra situações específicas (como o de ISO 160 da foto ao lado).

Fuji Provia 100 (ISO 100), por buiu

Fuji Provia 100 (ISO 100), por buiu

Quanto maior o ISO de um filme, mais “rápido” ele é. “Ué, e filme sai correndo?” Não. Mas ele ser mais rápido significa que a câmera tem que expor o filme por menos tempo, e com isso a foto é feita mais rápidamente, te permitindo tirar mais fotos em um determinado periodo, e por aí vai.

Recapitulando: ISO determina a velocidade do filme. Quanto maior o ISO, mais rápido o filme, o que significa que ele precisa de menos luz pra tirar a mesma foto. Beleza? beleza.

Filme com ISO 200 Puxado para 400, por Marco Gomes

Filme com ISO 200 Puxado para 400, por Marco Gomes

Agora vem a pergunta de ouro: “Mas se um filme de ISO 1600 precisa de, sei lá, trocentas vezes menos luz do que um filme de ISO 100 pra tirar a mesma foto, porque eu não uso só filme de ISO alto? Ahá! Aí é que entram os famosos grãos dos filmes. Quanto maior o ISO< maior o grão. Um filme de ISO 25 vai precisar de um porradão de luz pra tirar uma foto legal, mas vai ter grãos tão finos que vai parecer uma foto digital “das boas”. Um filme de ISO 1600 vai precisar quase nada de luz, mas vai ter grãos do tamanho do seu nariz.

E grão grande é ruim? Bom… sabe aquele charme que você curte nos filmes? Boa parte dele vem dos grãos, concorda? Vem do fato da imagem não ser tão pura, tão limpinha… então tá respondido, né? :-)

Recapitulando: ISO grande tem grão grande, e ISO pequeno, grão pequeno. Use como quiser. Filmes com grão grande de dia, cheio de cores, ficam super legais também, não ficam?

Bom… deixa eu ver o que falta… ah! lembrei. Tem uns lances que vou explicar só por cima, porque merecem posts à parte:

  • “Puxar” um filme (pra cima ou pra baixo): significa fotografar um filme de um determinado ISO com a câmera configurada pra outro ISO, maior ou menor, e depois revelar o filme também como se tivesse um iso maior ou menor. Deixa isso pra depois que você brincar com os ISOs diferentes, ok? [ATUALIZAÇÃO: O post sobre “puxar” filmes foi ao ar no dia 30/12/11, e está aqui ó…)
  • Filmes com ISO variável. Existem filmes (como esse aqui) que são feitos pra você variar o ISO. Eles se comportam diferente dependendo de como você configura a câmera. Esses você pode até comprar e brincar, meio que no chute e na sorte. Mal não vai fazer. Mas escolha ANTES DE COMEÇAR  a fotografar com aquele rolo, qual ISO você vai querer. Não mude o ISO da câmera no meio do rolo.
  • Câmeras sem configuração de ISO: Diana F+, Holgas, Supersampler, Fisheye… nenhuma dessas bichinhas têm configuração de ISO. O que isso significa? Que elas tratam todos os filmes da mesma forma. O que isso significa? Depende da câmera… :-) Leia o manual. Mas básicamente significa que você tem que ficar de olho no que vai fazer. Se num dia de sol você usar um filme ISO 100, vai sair tudo lindo. Se usar um de 1600, vai estourar tudo, e sair tudo branco…
  • ASA: É uma determinação antiga, anterior ao ISO< que significava a mesma coisa. Hoje não existe mais, porque o padrão ISO se tornou mundialmente usado e aceito. Hoje é errado falar ASA. Não é cool, não é vintage. É errado.
  • Ponto: A grosso modo, e no que diz respeito ao nosso assunto aqui, é como se fala da diferença de ISO: Um ISO 100 é 1 ponto mais rápido que um ISO 50. Um ISO 1600 é 4 pontos mais rápido que um ISO 100, e por aí vai… [Este bullet foi incluido na atualização de 30/12/11 desse post]

Agora sim, acho que é isso. Agora é tudo questão de gosto, e você tem é que testar uns filmes diferentes pra ver do que gosta mais. Tem gente que gosta de ISO baixo e grão fino em filme coloridão, tem gente que gosta de ISO alto em grão grosso em filme PB. Vai do gosto de cada um. Então é só experimentar, ok?

[Update de 22/03/2012: O leitor Thiago Baldasso mandou o seguinte comentário: “Beleza de texto. Apenas acrescentaria que o significado de ASA é American Standard Association e que o ISO é uma associação entre ASA e DIN Deutsches Institut für Normung).” Pois bem, Thiago, taí. Obrigado pela colaboração! :-D]

 

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • 04/10/2015 em 11:19 pm

    Olá… parabéns pelo post, cara eu tenho uma Pentax K1000, comprei agora, minha primeira de filme, sou experiente em apenas digitais, queria tirar uma dúvida, ela tem iso a partir de 20 até 3.200 de iso num Dial aqui que roda e seleciona, posso pegar qualquer filme e por nela sendo 35mm e usar esse iSO com uso na minha digital normal? ou se o filme for iSO 200 por exemplo eu mexer nesse botão não vai mudar nada?

    Responder

    • 18/11/2015 em 3:38 pm

      Ao contrário de uma câmera digital, o seletor de ISO afeta apenas o fotô etro da sua câmera, Janjobi. Portanto, se você colocar um filme de ISO 200 e selecionar o ISO na câmera para 800, por exemplo, você estaria subexpondo o filme, e caso não seja compensado na revelação, suas fotos sairão subexpostas. Procure alguns artgos – aqui no site mesmo – a respeito de puxar filmes, você vai encontrar bastante material. :)

      Responder

  • Leonardo
    28/10/2014 em 5:33 pm

    André, o “puxar o ISO” tá fora do ar? não to conseguindo acessar e to querendo saber sobre isso…

    Responder

  • Amanda Lino
    05/06/2014 em 8:44 am

    Poxa, eu nem sei realmente te falar, porque como eu estava testando, fotografei em todas as situações, mas lembro de muitas dentro de casa, com iluminação normal e de dia ao ar livre. E não houve nenhuma que eu tenha tirado dentro de casa que tenha prestado, somente algumas que eu tirei em um parque de dia ficaram boas, as outras no mesmo parque ficaram escuras.

    Responder

  • Amanda Lino
    02/06/2014 em 10:59 am

    Olá, estou começando a fotografar com maquinas analógicas, e ainda não manjo muito das coisas. Eu comprei uma ActionSampler que não tem flash e usei um filme de iso 800, perdi quase todas as fotos, mas ao invés de elas saírem estouradas, ficaram todas pretas. Você tem ideia do que pode ter rolado? E o mesmo aconteceu com a minha fisheye usando o flash.
    É possível que o problema tenha sido na revelação?

    Responder

  • Raí
    15/07/2013 em 5:09 am

    André, primeiramente parabéns pela postagem e parabéns à toda equipe pelo site!!
    Eu estou começando com fotografia analógica e o site tem coisas muito interessantes pra ler. Adorei.

    Mas sobre o ISO… pera lá… “Um ISO 200 é 1 ponto mais rápido que um ISO 50.” Não seriam dois pontos (stops)?? 50 – 100 – 200 ?

    Responder

  • Diogo
    28/03/2013 em 5:39 pm

    *CORREÇÃO* Ei cara curti muito seu blog,eu tenho uma KODAK Pro-star 100,echei ela aqui quando tava revirando uns negócios antigos,e dentro dela tinha um filme iso 100 de 36 poses, eu nao sabia e abri a camera e o filme bugo tudo,dai eu tirei ele e guardei,eu descobri que não existe mais filmes desse ( Fujifilm SUPERIA iso 100 36 poses) dai eu queria saber se posso comprar um iso 200 36 poses ou iso 120 36 poses,eu posso comprar e colocar ou não vai dar???

    Responder

  • 22/03/2012 em 5:49 pm

    Beleza de texto. Apenas acrescentaria que o significado de ASA é American Standard Association e que o ISO é uma associação entre ASA e DIN Deutsches Institut für Normung). Abraço!

    Responder

  • 09/03/2012 em 5:46 pm

    Olá André! Descobri seu blog apenas uma semana atrás e estou amando. Você escreve de uma forma muito simples que não dá vontade de parar de ler! Virei leitora assídua já! ;]

    Responder

  • Natália
    28/11/2011 em 8:52 pm

    Ótimo post! Desatou vários nós que estavam na minha cabeça! Obrigada! :D

    Responder

Deixa aí seu comentário!