25comentários

Faz aí um desejo pra 2012… ;-)

por em 01/01/2012
 
"gracinha", por Lythielle.

"gracinha", por Lythielle.

Pois é. Ano novo, ressaca, sono, aquela vontade de trabalhar amanhã… reveillón é só alegria, né? Então, que tal compartilhar essa empolgação toda com a gente? Como ninguém tá afim de nada hoje, nem a gente, vamos falar de assuntos pra escrever em 2012?

O lance é o seguinte. Quando eu falar “já!”, você vai no campo de comentário que tem aí embaixo, escreve o que você gostaria de ver aqui no blog em 2012, e aperta o enviar, ok? Vale qualquer coisa, desde que seja ligado ao assunto-tema desse blog… que agora não me lembro bem qual é por causa da dor de cabeça que tô sentindo. Mas você lembra, né? Eu sei que lembra… ;-)

Então ta, hein… vamo lá? É um, dois, três, e….. já!

Até amanhã, galera… e feliz 2012 pra todos! :-D

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • 05/03/2012 em 2:45 pm

    Tripés. Gostaria de comprar um tripé grande, de 1,20 – 1,50 cm
    Andei procurando alguns da Internet mas me pareceram frágeis.
    Seria legal um post com esse assunto.
    Eu tenho um da Joby para (d)SLR que quebra o galho quando uso uma digital. Já analogica não me sinto confortavel em utiliza-lo.

    [ ]s

    Responder

  • Marina
    05/03/2012 em 10:19 am

    tecnicas de revelação e ampliação?
    desde coisas de laboratorio PB, revelação seletiva, uso do filtro de contraste na ampliação, etc… revelação cruzada e técnicas antigas (cianotipia, albumina, marrom van dike)…

    Responder

  • 10/01/2012 em 8:24 pm

    Light Painting! Pode ser?

    Abs!

    Responder

    • 10/01/2012 em 8:48 pm

      Oi Bianca!

      Já pesei sim varias vezes em escrever sobre lugar painting. O “problema” é que já tem tantos artigos e tutoriais bons, que achei que seria redundante… :-) mas vou pensar com carinho!!

      Responder

  • 06/01/2012 em 6:50 pm

    Acho que outra ideia é falar de filmes ainda existentes no mercado: características técnincas, possibilidades, fotografias e fotografos que usam/usaram. Tipo o que você fez com o Tri-X recentemente, so que mais destrinchado. Isso ajuda a escolher e a entender o comportamento do filme.

    Responder

  • gabi
    03/01/2012 em 7:29 pm

    poderia ter tipo o flickr da semana, ou algo assim, para mostrar as fotos de amadores e fotógrafos interessantes ;D

    Responder

    • 03/01/2012 em 7:54 pm

      Oi Gabi! Tem duas coisas que já fazemos nesse sentido. Vê o que acha: todo sábado tem uma entrevista com um fotografo, na sessão que chamamos de “Contando Até 10”. Além disso, todo dia, uma ou dias vezes por dia, twito fotos que o pessoal coloca no flickr group do blog…

      Eu pensei em fazer um flickr da semana, mas achei mais legal uma entrevista da semana… Acha que tem espaço pra mais? Sente falta de algo mais direto

      Obrigado, e Bjs! :-)

      Responder

  • Julia
    02/01/2012 em 1:13 pm

    Feliz 2012! :)
    Primeiramente, parabéns pelo blog, eu adoro. Já fiz curso de fotografia e com o Queimando Filme como incentivo, acabei comprando minha primeira câmera analógica – antes só usava uma digital profissional.
    Ai eu quero fazer um desejinho pra 2012 : – Que o céu e a terra mudem de posição e me digam o que eu fiz de errado com a minha Olympus OM10 recém adquirida. Não dá pra chamar de nova – a bichinha tem umas 3 décadas mas tá em ótimas condições. Saí do lugar onde eu comprei, catei um filme na loja mais perto e fui fotografar. Até ai tudo bem, porque eu sei o básico de fotografia e já me entendi com a câmera no fuçômetro. Mas ai eu retirei o filme ( aprendi com o video daqui mesmo), levei pra revelar e fui buscar no dia seguinte só pro cara me falar que o filme tava em branco. Resta a dúvida : o problema seria com a câmera ou com a pessoa atrás dela? Uma ajudinha por favor?

    Responder

    • 02/01/2012 em 1:49 pm

      Oi Julia! Que bom que estamos ajudando…

      Olha, o problema pode ser com você, com a câmera, com os dois, ou com nenhum dos dois!:-) Com essas informações fica difícil dizer. Precisamos primeiro olhar pro filme e ver se ele está “em branco” porque não bateu luz nenhuma nele (o que significaria que a câmera não está deixando entrar luz pra sensibilizar o negativo), ou se está velado, ou seja, entrou luz demais, o que poderia ter sido um descuido, do lab, ou um defeito da câmera. Pra descobrir isso é simples. O filme é NEGATIVO, certo? Significa que nele, é tudo ao contrário. Então, se ele estiver transparente, significa que ele realmente está em branco, e se fosse ampliado você veria só preto, ou seja, nenhuma imagem se formou nele. Se ele estiver preto/escuro, significa que ele recebeu luz, provavelmente luz demais, e se você ampliasse ou scaneasse, veria tudo branco…

      A partir daí a gente pode ver melhor.

      Outra coisa: dei uma pesquisada nesse modelo, e parece que ela tem uns problemas conhecidos ligados às partes eletrônicas e fotometragem, que poderia facilmente ocasionar os problemas que você encontrou… dá uma olhada nesse site! http://camerapedia.wikia.com/wiki/Olympus_OM-10/20/30/40

      Abs,

      Responder

      • Julia
        03/01/2012 em 11:49 pm

        André,
        Obrigada pela ajuda. O filme estava transparente, realmente branco.
        Aqui na minha cidade nós temos um técnico de câmeras antigas muito conhecido, e eu fui lá com meu problema. Ele testou a câmera (sem filme) , e me disse que acha que foi descuido na hora de colocar o filme(que bom que não fui eu). Provavelmente, a pessoa não encaixou direito nos pininhos da máquina.
        Enfim, eu comprei um filme novo e vou colocar eu mesma. Se der problema, eu levo no técnico.

        Aproveitando que eu to aqui, eu descobri uma coisa interessante. Ok, provavelmente muita gente sabe disso, mas é legal por na prática. Sabe filtro close-up? Então, lente macro é muito cara, ai eu tenho alguns pra minha nikon. Obviamente, os close-ups da nikon não cabem na lente da olympus e eu queria tirar algumas fotos bem de perto. Solução : a gente dá aquele jeito né? Bota os filtros na frente da lente da olympus e fica segurando mesmo. Ela focaliza e dá um efeito interessante, tipo lente de aumento. Talvez até daria certo com lente de aumento já que os filtros close-up tem essa teoria. Não sei se a dica é útil, mas eu gostei do resultado.

        Obrigada novamente,

        Responder

        • 05/01/2012 em 8:19 am

          Oi Julia!

          Essa é uma técnica conhecida sim, mas é sempre bom lembrar que às vezes as coisas são mais fáceis, e baratas, do que imaginamos! :-) E, aliás, dá pra fazer com uma lupa sim, viu? :-P

          Responder

  • 02/01/2012 em 11:45 am

    Olha eu como adoro, sugiro uma matéria só sobre Rangefinders, rs.

    Abraços.

    Responder

  • Marcelo
    02/01/2012 em 10:53 am

    Olá.
    Descobri este site recentemente e desejo vários Anos Novos Felizes para você e para este site.
    Tenho duas sugestõesde matérias:
    1) Como complemento para a matéria de cópia de negativos pelo scanner, uma matéria no estilo “Faça você mesmo” sobre revelação de negativos, tanto preto e branco como colorido. Pelo pouco que conheço, sei que é possível o próprio fotógrafo revelar o negativo preto e branco, não sei se é possível que o negativo colorido seja revelado pelo fotógrafo. Estou falando só da revelação dos dois tipos de negativo, e não da ampliação. Colocar também links que tratem da revelação de filmes.
    2) Também dentro do espírito de complementação das cópias feitas em scanner, uma matéria sobre impressão dos arquivos conseguidos a partir do scanner, tratando de assuntos como: é possível imprimir os arquivos em uma impressora comum, ou é melhor usar uma destas impressoras específicas para impressão fotográfica, como por exemplo Epson R3000 ? É melhor usar uma impressora inkjet ou de pigmento ? É melhor usar cartuchos (ou toners) originais ou usar o sistema bulk-ink ? Tanto para o tipo comum como para o tipo específico de impressora, as impressões podem ser feitas em papel comum de 90 gramas, destes encontrados em papelarias, ou é melhor usar papéis específicos para saída com qualidade fotográfica ? Quais os tipos de papéis ? Onde encontrá-los ? Como no item anterior, colocar links que cubram os aspectos da impressão que escrevi aqui e outros que nem imaginom que possam existir.
    Imagino que estou pedindo muita coisa e que os assuntos não poderiam ser totalmente abrangidos em um único post, mas acho que as minhas sugestões poderiam dar maior controle controle criativo sobre o que é produzido pelo fotógrafo.
    Valeu.

    Responder

    • 02/01/2012 em 11:00 am

      Opa Marcelo!

      Uau! Excelentes sugestões! Realmente vão dar um trabalhinho, até porque tem coisa aí que não é minha especialidade, mas com certeza vou correr atrás! Obrigado!! :-)

      Grandes abraços,

      Responder

  • Marinho
    02/01/2012 em 1:57 am

    Que tal dicas de laboratorios em São Paulo para revelar filmes p&b e coloridos? 120mm? preços?

    Responder

    • 02/01/2012 em 7:10 am

      Opa Marinho! Isso já temos… Quero dizer, os labs nos já temos. Só não temos os preços.

      Pra ver os labs, além de lojas e outras coisas, é só clicar em “links” ai no menu superior :-)

      De qualquer forma, se você não achou, é bom eu dar uma olhada na forma de apresentar esse conteúdo, né?

      Abraços e obrigado!

      Responder

  • 01/01/2012 em 5:23 pm

    Acho que seria legal fazer reviews de filmes. Assim os leigos (eu) vão poder entender as diferenças entre uma marca e outra.

    Responder

  • 01/01/2012 em 2:40 pm

    Fotógrafos ilustres de fotografia analógica!

    Responder

    • 01/01/2012 em 2:53 pm

      Tenho pensado nisso… parte desse desejo está na sessão Livros Legais. Mas tenho receio de ficar meio clichê, já que outros bons sites de fotografia já redigem excelentes perfis de fotógrafos.

      Uma opção seria falar apenas de fotógrafos modernos que fotografam com filme… mas são cada vez menos…

      Mas promessa é dívida! Vou ver como fazer pra falar desses caras sem cair na mesmice! valeu! :-)

      Responder

Deixa aí seu comentário!