26comentários

O básico do básico da revelação – Parte 2: Ampliação

por em 16/01/2012
 

Exemplo de kit pra montagem de um laboratório caseiro, incluindo material pra ampliação.

Ok… vamos à segunda parte do nosso “básico do básico da revelação”. Na primeira parte falamos sobre como revelar de fato um filme, que é algo muito legal de se fazer em casa, mesmo nos dias de hoje, em tempo de scanners e impressões digitais.  Nesse post aqui vamos falar sobre ampliação, que é como se fazia antigamente pra passar as fotos do negativo pro papel.

Diferente da revelação de negativos, a ampliação é um processo que não é muito barato nem fácil. Exige alguns equipamentos caros e mais espaço do que o necessário pra revelação. O que é uma pena, porque ver a foto surgindo no papel é algo mágico…

Embalagem de papel fotográfico.

Mas vamos lá. Do que se trata afinal de contas essa história de ampliação? Trata-se do processo de passar a foto de um negativo, pra uma folha de papel, SEM passar por um computador :-D 

Imagine um projetor igual ao que você usa na escola, faculdade ou trabalho, pra projetar imagens do computador. Agora imagine que na parede você coloque uma folha de papel, e que esse papel fixe a imagem que você projetar nele, de modo que mesmo quando você desligue o projetor, a imagem fique lá. Ok? Então, é mais ou menos isso. Só que no lugar do projetor, existe o ampliador, no lugar do computador está o negativo, e no lugar do papel sensível à luz, está o… papel sensível à luz :-)

Esquema de funcionamento de um ampliador.

1. Ampliador: É uma máquina grande e desengonçada, que serve pra projetar a uma luz, através do negativo, até o papel fotográfico. Assim ele projet a a imagem do negativo no papel. Veja aqui alguns exemplos desse equipamento.

2. Papel fotográfico: é um papel especial sensível à luz, do mesmo jeito que os negativos são sensíveis à luz. Quando exposto à imagem do negativo projetada nele, o filme fixa a imagem projetada.

Legal, né? “Mas é só isso? Só projetar a imagem no papel que a imagem aparece?” Não. Depois de exposto à imagem do negativo no ampliador, o papel passa pelos mesmos processos que um filme passa: revelação, interrupção, fixação e secagem. Só que com outros produtos quimicos diferentes dos usados pros negativos.

Aqui tem alguns videos, em inglês e meio fraquinhos, mostrando mais ou menos como funciona. No primeiro e no segundo, tente ver em tela cheia e com as luzes a sua volta apagadas, porque eles filmam partes dos videos com apenas a luz do ampliador acesa e/ou com a luz vermelha do lab em uso.

[Update de 05/06/2012: Troquei os três videos que estavam aqui por esse, do Ted Forbes, que faz o melhor Podcast sobre fotografia que conheço. Recomendo TODOS os videos dele. Nesse, mais ou menos a partir dos 2:55 minutos, ele explica direitinho como funciona o ampliador…]

Bom… acho que é mais ou menos isso. Deu pra entender? Alguma dúvida?

Agora, uma coisa importante: Essa é uma forma artesanal de se revelar e ampliar filmes. Mesmo antes dos computadores, scanners e impressoras, os laboratórios já não usavam esses métodos a não ser pra fotografia profissional. Pra fotografia caseira, os laboratórios usavam (e ainda usam) minilabs, que são grandes máquinas que fazem tudo isso sozinhas…

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • Daniela
    23/08/2015 em 6:16 am

    Tenho um ampliador Meopta Opemus Color para vender!!!!

    Responder

  • Livia
    23/04/2015 em 2:00 pm

    Olá! Gostaria de saber quais os químicos usar para este tipo de revelação. Obrigada, livia

    Responder

  • Mirela
    30/12/2014 em 6:15 am

    Berenice, tenho interesse em comprar. Como faço?
    Mirela

    Responder

  • Brianne
    08/12/2014 em 4:33 pm

    Olá Brenice, tenho interesse, se puderes me mandar fotos e maiores detalhes seria legal: brimedeiros@hotmail.com Obrigada

    Responder

  • 21/10/2014 em 11:08 am

    Neli, estou vendendo o ampliador com cubas de revelacao, pinças e outros a acessorios que eram de minha filha que foi em julho estudar na Alemanha e deve ficar la por cinco anos. O equipamento eh usado mas de boa procedencia. era de um amigo meu fotografo profissional que o deu de presente pra minha filha. Estou pedindo trezentos e noventa reais por todo o conjunto. Moro no Rio de janerio. vc esta onde? Berenice

    Responder

  • 18/05/2014 em 12:41 pm

    O post ajudou muito! Deixa eu te contar, meu pai e eu estamos querendo montar um laboratório de revelação artesanal, e gostariamos saber onde podemos comprar esses ampliadores? Obrigada desde já!

    Responder

  • Laís
    21/12/2013 em 12:12 pm

    Não consegui acessar o vídeo do Ted Forbes. Poderia mandar o link por favor?

    Responder

  • Victoria
    18/03/2013 em 12:59 pm

    Oi! Será que ce podia me responder uma dúvida que não me deixa dormir? É que estou na última semana de uma oficina de pin hole aqui na minha cidade, Belém. Eu já perguntei isso pro meu professor, mas ele não conseguiu me explicar direito: É que estamos usando a pin hole feita de tubinho de filme com papel fotográfico dentro. E na hora de ampliar ele fala pra gente escanear e ampliar no pc. Mas eu queria por que queria ampliar através do ampliador manual, sabe? Mas aí ele me falou que só dá pra ampliar dessa maneira se for o negativo. Mas a imagem que está no papel fotográfico é o negativo! Será que ele quis dizer que só dá para ampliar daquela forma “old school” se estivermos usando um filme, tipo película e tals, desses que vendem nas lojas e tem de 12 a 36 poses? Me explica, por favor :((((((

    Responder

    • 18/03/2013 em 5:27 pm

      Oi Victória! Ele explicou mal, mas você entendeu bem :-) Ele quis dizer que só dá pra ampliar a imagem com ampliador se a foto for feita utilizando um filme, uma pelicula em negativo, que é diferente do papel fotográfico em negativo que vocês usaram.

      Um filme é transparente, e por isso o ampliador faz com que a luz atravesse ele e forme a imagem em um papel igual ao que voce usou na Pinhole. E como a imagem projetada está negativa, e o papel fotográfico também forma a imagem em negativo, ela transforma a imagem negativa em positivo (negativo + negativo = positivo :-)

      Ou seja, você entendeu sim :-D

      Bjs,

      Responder

      • Victoria
        18/03/2013 em 9:55 pm

        Ah, tá! Mas me tira uma última dúvida: Esse processo de negativo + negativo = positivo acontece por que o papel fotográfico SEMPRE registra imagens em negativo ou por que a película do rolo de filme estava em negativo e acabou projetando uma imagem negativa no papel? Obrigada pela ajuda!

        Responder

        • 18/03/2013 em 10:16 pm

          Victoria, existem dois tipos de filme fotografico (basicamente): negativos (cor e pb) e positivos (os famosos cromos ou slides). Os negativos sempre registram as imagens em negativo, e os papeis fotograficos sao fabricados em negativo EXATAMENTE pra inverterem a imagem pra positivo quando receberem a imagem negativa durante a ampliação… deu pra entender? ;-)

          Responder

  • Renato Vaz Brito
    31/07/2012 em 11:57 pm

    Gostaria de uma grande ajuda de vocês, quero comprar os químicos que faz o processo da revelação da imagem no papel sensível, Para a preparação das soluções químicas (revelador, interruptor, fixador e solução de Kodak)

    Se possível me responder por e-mail vou ser o cara mais grato da terra. kkkkk…

    Responder

  • Andre
    18/06/2012 em 12:07 am

    OLá André, obrigado por sugerir estas matérias, ajudou muito. Minha ideia é como eu comentei no outro artigo, futuramente partir para uma máquina médio formato, qual você recomendaria? e qual lente bem nítida, o foco são fotos em preto e branco. Tambem gostaria de fazer esta ampliações em casa, será que para médio formato os equipamentos são diferentes ou dá para utilizar o mesmo lab montado?
    obrigado e grande abraço

    Responder

  • Geisiane Rosa da Silva
    09/06/2012 em 11:17 am

    Oi, poderia me informar onde encontro papel fotográfico sensível à LUZ? Trabalho de graduação muito importante! Obrigada

    Responder

  • Marcelo
    17/01/2012 em 8:10 pm

    Aqui é o Marcelo de novo. Vai continuar ou a parte de revelação e ampliação acaba neste post ?
    Obrigado e parabéns !

    Responder

    • 17/01/2012 em 8:32 pm

      Opa Marcelo! Por enquanto é isso que tenho escrito. Mas to correndo atrás de mais coisa. Mas se você quiser alguma coisa em especial podemos trocar uns emails, ok? Fique a vontade!

      Abs!

      Responder

Deixa aí seu comentário!