16comentários

Light Painting, ou “um quarto escuro, uma câmera e seu celular”.

por em 23/01/2012
 

Sem Titulo, por Bia Tacconi

Okay…. Light painting. Tô pra escrever esse post a meses. Mas uma coisa sempre me segurava: existe MUITA COISA BOA já publicada sobre o assunto e, sinceramente, não sou daqueles que gosta de ficar reescrevendo o que já foi bem escrito. Então, o que fazer?

Daí veio a solução: escrever o maior menor post já feito aqui pro blog! ;-)

É o seguinte: vou fazer uma mágica: vou escrever um dos menores posts já publicados, e mesmo assim, fazer você ficar lendo sobre Light Painting durante dias horas, ok? Simbora:

"A Rô escreveu pra mim", por Daniel Ribeiro

“A Rô escreveu pra mim”, por Daniel Ribeiro

“O que é Light Painting?” É fazer aquelas fotos legais onde você desenha no ar com uma lanterna, ou outra fonte de luz.

“Como faz?” Vai prum quarto completamente escuro, coloca a câmera no modo “bulb”, ou “B”, que é aquele que mantém a câmera expondo o filme enquanto você estiver segurando o disparador, dispara a câmera (no “Bulb”), vai pra frente da câmera, acende a lanterna (ou seu celular! porque não?), desenha umas paradas no ar, desliga a lanterna, destrava o disparador. Pronto, cabô.

“Só?” Só. Juro. É só isso. O resto é detalhe. É claro que existem mil formas de fazer assim, assado, de dia, de noite, em ambiente não todo escuro, com vela, desenhando coisas doidas… mas, a grosso modo, você já aprendeu a fazer.

“… mas… mas….” Calma. É aí que entra a mágica. Não vou escrever mais nada, mas vou encher vocês de informações legais sobre o assunto ;-) Vamulá? Tente ler tudo na ordem que tô passando, ok? Vai ajudar no aprendizado.

– Haznos – Light Painting: Nem conhecia esse site antes de receber esse link. O texto é meio óbvio, mas no começo do post tem um video muito legal, com um uma mistura de making-of e stop-motion de uma sessão de light painting. Ele é muito bom pra entender como se desenha, e o resultado no filme (ou no sensor digital, nesse caso).

Se Picasso fazia, porque você não pode? ;-)

– Pablo Picasso fazendo light painting: Você viu o video do Haznos e se perguntou “mas dá certo em filme?”, Bom, Pablo Picasso te mostra que sim ;-) O post é da revista LIFE, e as imagens mostram fotos feitas em um ambiente claro. “Como eles fizeram isso”? Regulando abertura da câmera, ISO e etc pra que o filme não fique superexposto. Ou seja, se você está fotografando com uma câmera tipo Diana ou Holga, use um filme de ISO 100 ou menos, e configure a câmera pra “nublado” ou “noite”. Uma boa opção, fácil de achar. também é o Tungsten 64 da Lomography. O ISO, que é metade do de 100, vai te dar o dobro de tempo antes de superexpor a imagem. Qualquer outro filme de ISO baixo também vai ser bom. Quanto mais baixo o ISO< mais tempo você vai ter pra desenhar. Uma outra coisa aqui: nas primeiras vezes, experimente bastante a quertão do tempo em que vai deixar a câmera aberta. Por exemplo, tire a mesma foto com 5, com 10 e com 20 segundos. Uma delas vai sair boa!

Lomo light painting, por Mabbon

– Tecmundo – Fotografia: Como Desenhar Com a Luz: Um artigo que também é um tutorial, bem completinho e amplo. Afinal, agora que você já viu o basicão da coisa, pode se enfronhar um pouco mais. Mas, olha, cuidado pra não se assustar com a quantidade de informação, hein? Não se esquece de que light painting é só uma câmera aberta ,um ambiente escuro, e uma lanterna na mão. O resto é frufru.

– Creative Photography Using Light: Mais um tutorial em video, só que ainda mais completo, com um video (com um gringo nerd muito comédia :-) e várias fotos, links, exemplos… bem legal.

– Lightpainting.org: Pois é, a galera gosta MESMO dessa parada. Esse é um site só sobre isso, com trocentos exemplos e técnicas. Novamente, ele fala muito sobre digital. Mas todas as técnicas servem pra filme. Aliás, um aparte aqui: se você tem uma digital que tem modo “Bulb”, experimente com ela primeiro! Porque não aproveitar o que já tem em casa pra aprender, antes de começar a queimar filme, né? ;-)

– Flickr Group de Light Painting (com filme): Esse é só pra você se inspirar e ver o que dá pra fazer. Eu tentei pegar fotos do grupo que tenham sido feitas em filme, mas não sei se todas foram feitas realmente com filme, ou o cara mentiu na hora de postar… :-)

– Revista Digital Photographer Brasil, número 14: E pra fechar a lista, um “manual impresso”. A revista já é excelente (a melhor revista “varejo”de fotografia do país*). E essa edição traz um passo-a-passo pra light painting. O artigo fala de LP com câmeras digitais, mas a lógica pra câmera de filmes é a mesma. Você pode compra a revista, pela internet, de qualquer lugar do país, pelo link aí em cima.

Ok… acho que isso resume. Depois disso é googlar e ficar passeando pelos zilhões de outros sites sobre o assunto. Esse não foi um dos menores posts que já publicamos (esse aqui é :-). Mas ficou legal, né? Eu achei… e você?

* Pra mim, a melhor revista do país sobre fotografia é a ZUM, do Instituto Moreira Salles. Mas, das revistas de banca, aquelas que dependem de anúncios e clientes pra viver, e não têm uma certa família de banqueiros cariocas apaixonados por fotos bancando sua publicação, a Digital Photographer Brasil e, disparada, a melhor revista.

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixa aí seu comentário!