8comentários

E como anda o projeto “Queimando Filme Pelo Brasil”?

por em 14/03/2012
 
Museu Nacional de Brasília e Catedral

Foto de Samuel Paz, o primeiro a receber a câmera, feita com uma Diana.

O projeto vai bem, obrigado. Mandou lembranças procês, e são essas lembranças que vamos ver hoje ;-)

Relembrando, o projeto foi lançado em 25 de janeiro, e dois dias depois, no dia 27, já tinhamos o time montado. Foram mais de 30 candidatos pras 11 vagas disponíveis. Tá. Mas isso tudo eu já contei nos posts anteriores. O que aconteceu desde então?

Primeiro foi definido o roteiro… olha como ficou, com as datas estimadas (ja adianto de antemão que o projeto tá adiantado, então as datas não batem com a realidade :-):

 

 

A Eximus preta, cortesia da nossa parceira Toycamerabr

00. Saída da câmera de SP: 06/02
01. Taguatinga (Samuel Paz) – chegada: 11/02
02. Rio de Janeiro 1 (Rebeca) – chegada: 21/02
03. Rio de Janeiro 2 (Bibiana) – chegada: 29/02
04. S. J. dos Campos (Gabriel do Rio) – chegada: 09/03
05. Guarujá (Ana Carolina) – chegada: 17/03
06. São Paulo 1 (Beatriz ou Larice) – chegada: 23/03
07. São Paulo 2 (Larice ou Beatriz) – chegada: 31/03
08. Jundiaí (Mariana) – chegada: 09/04
09. Londrina (Karina) – chegada: 19/04
10. Porto Alegre (Luciane) – chegada: 25/04
11. Pelotas (Priscila) – chegada: 06/05
00. Retorno a SP pra próxima fase – chegada: 17/05

Aí começou a brincadeira. Eu recebi a câmera da nossa parceira de projeto, Toycamera.com.br, e coloquei num vídeo de umboxing. Ó:

O Samuel Paz, por sua vez, também fez um vídeo quando recebeu a caixa…

… e a Rebeca fez outro, quando recebeu do Samuel.

“Ah… que legal… acabou?” Não! na verdade vocês não têm idéia de onde eu me meti… juntei a maior turma de malucos empolgados que eu já vi! Esse grupo, por causa do projeto, são os novos melhores amigos de infância uns dos outros. Conversam sem parar pelo Facebook, fazem conference via Skype, e mandam presentinhos uns pros outros junto com a câmera! :-D Legal, né?

“Entrei nesse projeto pela câmera primeiramente como acredito que a maioria pelo menos pensou nisso, mas agora sinto cada vez mais vontade que ele nunca acabe e que possamos manter essas amizades, fazer encontros”, disse a Ana Carolina outro dia. Mas não é só ela. “É estranho pensar que já se passou tanto tempo desde o início do projeto, parecia que ia demorar tanto pra começar, e agora parece que está passando tudo tão rápido… eu sempre fico pensando no que eu poderia mandar pra Luty que é a próxima a receber a nossa Eximus depois de mim, e em como vou tirar as minhas fotos quando chegar a minha vez, dá aquele medinho de errar e as fotos não saírem”, concordou a Karina.

E esse espírito coletivo tá tomando conta do grupo. Tanto que eles, por conta deles, já falam em botar a câmera pra rodar de novo quando um deles ganhar ela! “Hoje estou aqui, super feliz de ter sido escolhida, mas ainda mais feliz por tudo que este projeto tem me proporcionado (mesmo sem ainda ter pego a eximus na mão), todas as conversas e a interação com os participantes já renderam boas risadas. Participar do QFPB tem sido um aprendizado riquíssimo e uma experiência inesquecível! desabafou a Mariana por email. Mas o resto da galera também só fala nisso:

Eu tô participando do projeto mais feliz e engraçado que eu já vi (: Que começou sendo uma competição-não-competição e virou quase que de imediato um grupo de amigos que trocam tudo o que há de bom e gostoso. To me sentindo muito feliz (mesmo) de estar participando. – Beatriz.

Fiquei super feliz pela oportunidade de participar, mas até então pouco sabia das pessoas super queridas e engraçadas que eu iria conhecer nesse tempo. Hoje um tempinho depois desse dia, com o projeto já em andamento e até com uma publicação sobre a campanha num jornal local da minha cidade, todos se dão super bem e a troca de e-mails é diária, além das conversas pelo facebook. – Priscila.

A ideia de criação coletiva, além do fato de ainda poder ganhar uma câmera no final, me atraiu muito. Agora, depois de dois meses (é sério que já se passou isso tudo?), muitos e-mails, tuítes e posts no Facebook depois, o QFPB foi além e me trouxe novas amizades. Todo mundo se ajuda (e se zoa) pra caramba, e acabou virando uma turma bem legal. Foi a forma de unir gente que tá tão longe, mas com os mesmos interesses. O coletivo já me deu a chance de conhecer a Rebeca, que também é do Rio, quando ela me passou a Eximus. – Bibiana.

Nesse momento, se não me engano, a câmera tá com o Gabriel, em São José dos Campos, o quarto de onze destinos. Ou seja, o projeto não tá nem na metade, e já tá essa alegria toda… imagina no final! :-D

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • Mariana
    16/03/2012 em 8:25 pm

    Infelizmente tomei pé quando as câmera já estavam viajando… Gostaria muito de ter participado, assim como várias outras pessoas (rs).
    Fico feliz em ver que projetos como esse conseguem juntar pessoas “estranhas” com um objetivo comum que, creio eu, seja o de se divertir fazendo fotografia. E como estão empolgados! Acabo de ver os vídeos de chegada das câmeras e fiquei encantada…
    Parabéns aos idealizadores pela criação e à Toycamera pelo apoio.
    Aos participantes, boa sorte com as fotos e divirtam-se!!!

    Responder

  • 15/03/2012 em 5:09 pm

    Eu continuo tendo problemas pra entender você Gabriel, SEULINDO!
    A gente se zoa, mas a gente se adora.

    O Coletivo tá sendo incrível pra eu aprender sobre fotografia. Mó família mesmo. :)

    Responder

  • Marianne
    15/03/2012 em 1:46 pm

    Muito legal esse projeto, o Gabriel é da minha cidade!

    Responder

  • Larice Barbosa
    14/03/2012 em 11:40 pm

    Ih, fiquei de fora. :(

    Responder

  • 14/03/2012 em 10:19 pm

    ta com a Carol ja!
    com o filme CN pré fossilizado…meu depoimento nem escrevi xD mas faço da palavra do pessoal as minha! sendo eu o quase homem dos participante (Samuel é o que mais tempo na caminhada) é muito legal conviver online com essas pessoas magnificas que eu sonhei, imagina eu conversando sobre fotografia?! nossa precisava dessa doze de serotonina junto de cafeina pra aguenta um tempo a mais na rede pra conversa

    Responder

Deixa aí seu comentário!