13comentários

Shoebox: digitalizando suas fotos antigas sem um scanner

por em 17/05/2012
 

Todos os meus (doze) leitores fiéis sabem que sou defensor ferrenho de que todos os hobbistas de fotografia analógica devem ter um scanner em casa (veja os posts sobre o assunto aqui e aqui). Mas hoje vou abrir uma exceção: se você só tem fotos impressas pra digitalizar, pode não precisar de um scanner. O aplicativo Shoebox pode ser a solução.

O Shoebox App (pra quem não se tocou da brincadeira no nome do App, a maioria das familias guarda suas fotos antigas em caixas de sapato, ou shoeboxes, em inglês… sacou agora? :-) é mais um dos váaarios apps que prometem transformar seu celular em um scanner. A maioria deles funciona pra pequenas necessidades do dia a dia, como scanear documentos pra mandar pa alguém, e essa mesma maioria serviria perfeitamente pra fazer o que o Shoebox propõe. A diferença é que o Shoebox é feito pra isso: pra digitalizar, através da câmera do seu celular (ou tablet, Apple ou Android) as fotos da sua caixa de sapatos.

Na verdade, a coisa vai além, e começa pelos criadores do app: o site 1000memories.com.  Esse site, lançado já a alguns anos, se apresenta como a opção ideal pra você armazenar , organizar e compartilhar essas fotos antigas. Lembra das fotos do Nick DeWolf, scaneadas e eternizadas no Flickr pela família dele? Pois bem. O 1000Memories é um site feito pra projetos como aquele. E, nesse sentido, ele é interessante, pra quem não tem uma conta no Flickr ou em outro site do tipo, e tem armazenado suas fotos de maneira inevitávelmente zoneada no Facebook. Pra quem já tem um Flickr, acho dispensável. Charmoso, cuti-cuti, mas dispensável.

Então… pra dar uma bombada no site, a galera do 1000Memories resolveu criar um app que facilitasse a vida de quem quisesse usar o site mas não tivesse um scanner. Nasceu então o Shoebox.

O grande lance dele, quando comparado a outros apps que transformam seu celular num scanner, é que ele foi feito pra digitalizar fotos. Isso facilita toda a navegação, arquivamento e organização das fotos e – supostamente – faz com que as digitalizações sejam melhores do que as feitas com outros apps, já que ele é feito pra tratar as fotos com carinho. Um dos destaques dele, aliás, é a capacidade de identificar as bordas das fotos e já realizar o corte correto,  pra depois redimensionar a foto pra que ela fique no formato certo, independente do ângulo com que você fotografou ela.

Enfim, apesar de ter scanner, baixei, e vou usar sempre que esbarrar com uma foto impressa bem legal e importante pra mim, na casa de parentes e amigos, por exemplo, e assim estar sempre preparado pra aumentar minha caixa de sapatos virtual ;-)

Ah, sim! O App é de graça, e abaixo seguem os links pro…

Pra finalizar, vamos ver uns filminhos sobre o app ;-)

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=Io7h8pSqDC8]

 

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • Giselle
    08/02/2015 em 7:45 pm

    Oi André, há seculos procurava algo que me ajudasse na digitalização das fotos de família!! Mas tenho algumas dúvidas e procurei no aplicativo e não tive sucesso se vc souber…

    1 – as fotos ficam em qual resolução? Conseguirei imprimir depois ? Ou depende da câmera do aparelho? Tenho iPad e um celular samsung o que fica melhor?
    2 – como eu faço pra transferir as fotos para o pc?
    3 – conseguimos melhorar as fotos? Pq achei q elas ficam esbranquiçadas!

    Responder

  • Álvaro
    14/10/2013 em 10:18 pm

    Gostei bastante do app , já passei pro celular algumas fotos de filme :D , o bom é que ele já corta mais ou menos a foto , e já coloquei algumas no instagram :D , valeu por compartilhar esse aplicativo!

    Responder

  • 22/03/2013 em 11:40 pm

    Cara, valeu de novo… já baixei e instalei… amanhã vamos ao scaneamento

    Responder

  • 31/05/2012 em 4:14 pm

    Caramba, ainda acho que no final do mês passado eu tava clicando um álbum e tendo uma trabalheira com algo que nem era pra ganhar dinheiro e ainda poderia ser feito de forma mais fácil… e eu tenho um smartphone com Android.

    Ah, e não sou leitor fiel, mas pelo que andei olhando aqui devia visitar mais, apesar de nem ter mais minha câmera de filme (vendi minha Canon A-1 recentemente).

    Responder

    • 31/05/2012 em 4:21 pm

      Opa Alexandre! Apareça mais sim! Quem sabe você não se (re)anima de fotografar com filme?

      P.S: Como teve conragem de vender uma A-1? Eu passei meses procurando uma e, agora que consegui, não largo ela nem a pau! Hehehe…

      Responder

      • 31/05/2012 em 4:36 pm

        É, é uma câmera arretada a A-1, eu adorava usar a minha, mas tive que repassá-la pela falta de uso e pelo tanto que aderi ao digital, além de me sentir bastante preso nas limitações dos filmes.
        Respeito quem ainda clica com filmes, chapas e outros métodos pré-digital, mas percebi que não é pra mim esta arte… pelo menos não agora. Quem sabe futuramente eu volte mesmo a usar filmes, mesmo que não com a velha A-1 que meu pai um belo dia me passou (que agora é de um amigo meu).

        Responder

  • Thais C.
    20/05/2012 em 11:02 am

    15! As vezes nem todos os dias por causa da faculdade, mas quando venho, eu tiro o atraso! :)

    Responder

  • Shayenne
    18/05/2012 em 1:31 am

    14! Mais uma aqui que lê todo dia e nunca comentou. =)
    Seria interessante postar uma foto digitalizada através do App pros leitores curiosos de conhecer a qualidade da digitalização [mas não o suficiente pra baixar o aplicativo! rs*].

    Responder

  • Erica
    17/05/2012 em 7:09 pm

    Você não tem 12 leitores fieis. rsrsr Tem 13. rsrs comento pouco mais leio todo santo dia. Bjs

    Responder

Deixa aí seu comentário!