19comentários

Um pouco mais sobre filmes vencidos…

por em 24/05/2012
 

Tem tempo que a gente não fala sobre filmes vencidos aqui (desde esse post, de dezembro de 2011). E, sinceramente, não ia falar sobre isso não. Mas o André Auke, ex-aluno, entrevistado e (quando conseguir um tempinho) futuro colaborador do site  me mandou uma matéria da revista Trip falando sobre isso, e decidi fazer um post com algumas das coisas que vi e aprendi nesses últimos meses sobre filmes vencidos (ou expirados).

São vários tópicos, mas vai tudo junto mesmo, que fica mais fácil. Tipo assim papo de boteco, que a gente vai jogando os assuntos na mesa e colando uns nos outros.

Filmes usados por Chuck Miller (veja abaixo)

Começando pelo artigo que o Auke mandou. É uma matéria que tá no site da Trip e que conta as doideiras do fotógrafo Chuck Miller, que resolveu pegar uns filmes vencidos em 1959 (antes dele, e acho que de a maioria de nós, nascermos) e sair fotografando com eles. O resultado ficou famoso porque ficou A) tecnicamente bom, pra um filme vencido a tanto tempo, B) supercollvintagetrendsethipster por causa do visual naturalmente… supercollvintagetrendsethipster causado pela idade do filme. O post todo você pode ver aqui, incluindo mais fotos tiradas por ele, um link pro site dele, onde tem ainda mais fotos, e por aí vai.

Hamilton College Chapel tower, Clinton, N.Y. - Shot on 60-year-old Kodak 120 B&W stock

Uma das fotos do projeto do Tio Chuck

Mas nem tudo sã flores. O próprio Tio Chuck explica sobre o véu que se forma em filmes vencidos a muito tempo, e/ou a pouco tempo, mas mal conservados. O fato é que as radiações em geral e o clima afetam o filme, menos quando estão super bem conservados, e mais quando estão pouco conservados, e com isso o filme vai ganhando um véu… uma camada que vai tornando a (futura) imagem mais pálida, com menos contraste. Se o impacto for muito grande, esse véu pode tomar conta do filme (daí a expressão “filme velado”). No caso do Chuck aí em cima o filme “velou” nas bordas. Por isso essas etranhas vinhetas – que não foram produzidas pela câmera, mas sim pela idade do filme.

Tri-X vencido #epicfail

“E dai? Isso é mó legal!” você pode dizer. É. Mas tirar um monte de fotos legais com um filme completamente velado e só descobrir depois de revelar não é mó legal. E isso pode acontecer com qualquer um que esteja usando filmes vencidos a, digamos (chute meu) um ou dois anos, e que tenha sido mal conservado antes e após o vencimento, ou mais de dez anos, mesmo tendo sido bem conservado.

Foi o que aconteceu comigo durante o Workshop do Rio de Janeiro mês passado. Taquei um Kodak Tri-X 120 vencido em 1997 na Lubitel 166+ pros alunos usarem, e me fudi dei mal. Não saiu NADA. Nem tava tão velado, mas nitidamente o tempo (ou algum outro fator) afetou a capacidade do filme de formar as imagens. Algumas ficaram completamente escuras, como se tivessem sido superexpostas, e outras ficaram completamente brancas, como se tivessem ficado completamente subexpostas.  E o pior? tenho mais cinco rolos desse mesmo lote em casa. #comofaz pra sair dessa? Não faz. É o risco de se comprar filme vencido. Ele costuma ser mais barato, mas vem com um risco embutido…

Estacionado / Parked

Tri-X vencido de OUTRO lote, sem #fail. Lindas fotos!

Mas posso dizer feliz da vida que tô nem aí pra esses Tri-X bobos feios e velados. Minha experiência, no geral, com filmes vencidos, é muito boa! 90% do meu Flickr analógico é de filmes vencidos, comprados de fontes confiáveis (comprei MUITA COISA na Four Corner Store, em 2009 que uso até hoje). E, por isso, ainda indico, e até vendo, filmes vencidos. E não sou só eu. Se você procurar pelas tags “expired film” no Flickr vai encontrar mais de 138 mil fotos orgulhosamente marcadas assim. Nada mal, né?

Enfim, é tipo isso assim. Filme vencido não é pra dar medo em ninguém, mas também não é pra achar que vai sair tudo lindo maravilhoso, nem que vai sair tudo supercollvintagetrendsethipster. Tem que testar. Até por isso é bom comprar mais de um rolo do mesmo lote nesses casos. O primeiro você meio que tira testando, e o segundo usa aproveitando melhor os (d)efeitos que o filme estiver apresentando. Pense nisso na próxima vez em que for comprar filme vencido, ok? ;-)

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • mnt
    15/06/2015 em 4:49 pm

    Olá, estou com uma camera instamatic 97-x que pertenceu ao meu pai, e estou querendo usar a mesma, mas como o filme dela é 126, só achei cartuchos vencidos em 1980-90, acha que pode não sair nada, vale a pena comprar mesmo que seja para fazer aquelas adaptações para poder usar um filme 35mm nela?

    Responder

  • Raphael
    22/08/2014 em 2:54 am

    Filmes vencidos a poucos meses existe alguma alteração. Eu já vi umas lojas vendendo filmes vencidos a poucos meses por um preço mais baixo.

    Responder

  • Camila
    12/11/2012 em 12:31 am

    Olá André, os filmes vencidos em 1997 da Kodak Tri-X 120 que você se refere no texto são os mesmos que estavam à venda no filmepalooza hoje?

    Responder

    • 12/11/2012 em 4:28 pm

      Oi Camila! Foi você que comprou aqueles filmes comigo? :-) Então vou te dizer duas coisas: não, não são do mesmo lote. Esse que contei na história eu havia ganho de um amigo. Esses dourados que vendi eu comprei na FOurCornerStore.com em 2009. Mas, de qualquer forma, a garantia de um mês que dou pra todos os produtos da lojinha valem pra filmes também. Ou seja, se eles estiverem “mortos” (não sair nada, como no caso desse post), eu te devolvo o dinheiro, ok? ;-)

      P.S: depois de escrever esse post descobri que a câmera que eu vinha usando, uma Lubitel, estava com defeito. Então existe a possibilidade de nem esse sobre o qual falo no post estar ruim de fato… mas como não tenho certeza, mantive o “case” no post…

      Responder

      • camila
        12/11/2012 em 4:34 pm

        Que alíviooooo, rs. Ufa! Rs
        Obrigada pela resposta André.
        Fomos eu e uma amiga. A que conversou contigo é a Luiza, eu sou aquela que derrubou suco de laranja na lojinha da TOY CAMERA :/
        Nós duas levamos daquele filme. Tenho lido bastante o “queimando filme” e o próximo passo. É o minilab PB, que faremos eu e luiza.
        Vez em quando apareço. Continuo acompanhando. Super obrigada.

        Responder

        • 12/11/2012 em 5:22 pm

          Hehehe… filme vencido é sempre uma emoção, Camila. Mas se o filme realmente sair ” em branco”, eu garanto a devolução do dinheiro sim ;-) Quanto maior o risco, mais baixo tem que ser o valor de um filme vencido. Um filme de 20 reais tem que sair alguma coisa. Se eu achasse que havia uma chance dele não sair nada, vendia a… sei lá… 5 reais…. :-)

          Boas fotos, e depois me fale como o filme se comportou! :-D

          Responder

  • Vanclécio
    20/09/2012 em 4:22 pm

    Comprei no camelô 3 rolos de kodak gold 100 hoje, vencidos de 2007 rsrsrs. comprei o conjunto por R$ 13,00… Não sei se vão prestar pra algo mesmo, então nem dá pra dizer se foi um bom negócio. Tinham umas 10 caixinhas lá e suspeito que não eram seguidas as melhores práticas de acondicionamento rsrsrsrsrs :P

    Estou em dúvida se reservo um deles pra testar na Colorsplash, que comprei mas ainda vai chegar – tô roendo as unhas de agonia infinita com a greve dos correios. É que li num post aqui mesmo que é melhor usar um filme 400 nas câmeras de plástico…

    De qualquer forma, como são 3 rolos e tão vencidos mesmo, posso fazer um teste com um rolo na Colorsplash e os outros dois numa Fujifilm Clearshot basicona que tenho.

    Ah! Meus conhecimentos de fotografia são bastante rudimentares.

    Responder

  • rita
    15/06/2012 em 7:02 pm

    OLÁ ANDRÉ, BOA NOITE.
    GOSTARIA DE TIRAR UMA DÚVIDA, NUNCA TINHA OUVIDO FALAR EM FILME VELADO.
    EU TINHA UNS FILMES GUARDADOS A BASTANTE TEMPO E NEM SABIA ONDE ESTAVA,ENFIM ENCONTREI E RESOLVI LEVAR P REVELAR E ME DISSERAM Q ESTÃO VELADOS,MAS DA PRA VER AS IMAGENS NITIDAMENTE. SERÁ Q TEM COMO EU CONSEGUIR RECUPERAR ESSAS FOTOS?
    POR FAVOR, ME RESPONDA.
    ACHEI O SEU BLOG PROCURANDO SABER O QUE É VELADO.
    AGRADEÇO!

    Responder

    • 16/06/2012 em 7:56 am

      Oi Rita! Seja bem-vinda! ;-) Se o negativo, como você diz, tem imagens claramente visíveis, então, sim, tem como passar essas imagens pra papel ou computador, seja através de ampliação analógica, seja por digitalização (scanner). Procure um outro laboratório que tenha mais boa vontade com você, preferencialmente algum que tenha tradição com fotografia analógica na sua cidade ;-)

      Responder

  • Iuri
    26/05/2012 em 3:55 am

    Olá Andre! Primeiro parabéns pelo blog! Leio tudo sempre!
    To começando a fotografar com filmes vencidos e por incrível que pareça, estão bem complicados de se conseguir!
    Vi que vc comprou alguns na four corner store e pergunto:
    Algum problema em comprar lá? Pagamento, envio e recebimento?
    To pensando em fazer uma compra boa de filmes lá e gostaria de um feedback para não quebrar a cara com compras internacionais, coisa que já aconteceu com eletronicos…
    Aguardo!

    Responder

    • 26/05/2012 em 8:09 am

      Oi Luri, obrigado! :-)

      Olha, a ultima vez que comprei na 4CS foi em 2009. Então não posso garantir como estão as coisas agora. Mas na época fiz quatro compras com eles, todas chegaram muito bem, sendo que uma só atrasou por causa da alfândega brasileira. A receita federal pegou, e tive que ir nos correios ora receber e pagar os impostos. Nas outras três vezes recebi direto em casa sem problemas.

      Abs!

      Responder

  • 25/05/2012 em 7:39 am

    Tenho uma dúvida/depoimento para falar. Estou começando agora com a fotografia analógica, tenho uma pentax spotmatic com takumar 50mm 1.4 e uma sankor 135mm 2.8 (luxo). Ganhei 2 rolos de fuji pro value professional iso 200 do meu atual empregador, que tinha guardado há muito tempo (acredito que uns 10 anos). Usei o filme e mandei revelar e ampliar. As fotos vieram um pouco “lavadas” e com excesso de verde (logo suspeitei que fosse por causa do vencimento do filme), mas algumas fotos vieram com uma mega mancha preta, parecida com a da torre do Chuck, porém ocupava quase todo a metade esquerda da foto. Como minha câmera está com um problema de travar o espelho eventualmente, imaginei que isso pudesse ter gerado as manchas, mas agora lendo isso tenho quase certeza de que o motivo foi mesmo o filme, pois em algumas fotos que lembro da câmera ter funcionado bem também apareceram algumas machas.
    Enfim, apenas um extenso relato de uma experiência que tive, e ainda tenho mais um rolo para queimar, me desejem sorte, ehehehehe.
    Por fim gostaria de agradecer ao(s) administradores do blog, estou aprendendo muito com os posts e leio todos, mesmo os que não são tão interessantes para mim. Obrigado e por favor, continuem assim, está muito bacana.

    Responder

    • 27/05/2012 em 10:48 pm

      Oi Émerson! Obrigado pelos agradecimentos e elogios! :-D

      Sobre o seu filme, concordo com as suas impressões. Deve ser isso mesmo. Tente usar o próximo rolo pensando nisso como “recursos visuais”! :-)

      Abs!

      Responder

  • 24/05/2012 em 3:54 pm

    vish, laboratorio de um amigo do meu padrasto fez uma limpeza e acho vaarios de 120 a 35 de negativo a diapositivo e lata de tmax fechada tudo vencido, falando nisso vou passa la e pegar agora mesmo

    Responder

  • Julio Melo
    24/05/2012 em 3:21 pm

    opa, tem algum vencido ai aà venda?

    Responder

Deixa aí seu comentário!