1comentário

Revistas Legais: Once Magazine

por em 02/06/2012
 

Vou começar esse post avisando logo: essa revista é só pra iPad. É, pois é. Assim como você aí, eu não tenho iPad. Logo, FUUUUUUU pro pessoal da revista. Mas mesmo assim ela merece o post, porque tá sendo muito elogiada, e tive a chance de folhear uma edição no iPad de um amigo (#invejinha).

A Once Magazine foi lançada em setembro de 2011, com a proposta de que histórias fotográficas podem ser melhor exploradas, de forma mais dinâmica, mais interessante, com narrativas mais ricas.

Antes de continuar, dá uma olhada nesse video de apresentação da revista…

[vimeo http://vimeo.com/24908045]

Tá, eu sei… é só mais um video bonitinho, com imagens ricas, textos de impacto, que poderia ser desde o teaser de uma comédia romântica, até o comercial de sabão em pó. E coloquei isso aqui, no meio do texto, exatamente por isso: a revista não é isso tudo que os editores dizem que é em termos de inovação e tal. Mas aí é que vem o bizu: nem por isso ela deixa dfe ser legal, e de valer o investimento.

Como várias outras revistas e sites que fizeram reviews já disseram, é uma revista que tem um foco na fotografia, e não em fotógrafos ou em equipamentos, e isso é, foi, e provavelmente sempre será, coisa rara de se encontrar. Já falamos aqui de algumas, como a Zum, brasileira, publicada pello IMS. Mas de fato são raras, concorda?

Eles se orgulham de publicar longos ensaios, bem trabalhados fotografica e editorialmente, de modo a transmitir o máximo o que o autor das fotos quer transmitir. E, como não poderia deixar de ser nesses dias interativos e de social media, estimulam fotógrafos e outros artistas a enviarem propostas de pautas pra eles por email, pra que, quem sabe, de repente, eles possam publicar. A edição que folheei (ou seria melhor dizer “experimentei” ou “naveguei”?) era a que vem de graça no app da revista, e me deixou bem impressionado. Diagramação leve mas ao mesmo tempo interativa, imagens bem selecionadas, artigos com um bom tamanho (longas, mas não chatas). Fiquei com vontade de colecionar sim.

Os editores dizem que em breve pretendem ter a revista publicada em outras plataformas também, mas – muito engraçadinhos – sugerem que os interessados, enquanto isso, peguem iPads emprestados de amigos pra não perder a chance de aproveitar a revista… muito engraçado, só que não, né? :-P Mas, fazer o quê… foi isso que eu tive que fazer, não foi? Então tá…

Pra finalizar, um video exemplo de uma pessoa navegando pela revista. Não é o mais leal do mundo, porque parece que essa pessoa que tá navegando não tá com a menor vontade de olhar a revista, e passa por tudo correndo. Mas já dá pra ter uma idéia…:

[vimeo http://vimeo.com/38193403]

 

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixe uma resposta para Gil Cancelar resposta