4comentários

Resgate Acidental: um projeto de resgate da memória de desconhecidos.

por em 01/11/2012
 

Alguns dias atrás a gente falou sobre fotos antigas encontradas em casa, ou compradas em feirinhas, ou até encontradas, ainda não reveladas, dentro de câmeras. Pois bem, hoje vamos ver o que um cara, o Marcos Sêmola, o mesmo do projeto Mosaico Minuto, anda fazendo com fotos assim..:-)

O projeto se chama Resgate Acidental, e é simples: Marcos “resgata” algumas fotos e as restaura, pelos simples prazeres de ver a imagem original voltar à vida e compartilhar a imagem com outras pessoas que queiram comentar ou especular sobre as origens dela. Marcos conta:

“Andando pela Rua do Lavradio no sábado passado tropecei, literalmente, em uma caixa de slides. De imediato pensei sobre o que estaria revelado ali, quem seria o autor das fotografias, feitas em que lugar e em que tempo. Em segundos fui tomado pelo impulso de descobrir e adquiri com a intenção de revelar os belos slides Kodachrome montados na Inglaterra, na França e nos Estado Unidos, além de velhos formatos ainda montadas entre lâminas de vidro.

Depois que escanei o filme resolvi escanear a imagem do próprio slide e colocar lado à lado. Pensar em compartilhar na web e propor a brincadeira de divagar sobre O QUE, QUANDO, ONDE, QUEM, PORQUE de forma coletiva veio como por mágica e automaticamente.”

E foi aí que a brincadeira, a curiosidade, virou projeto fotográfico. Ele criou uma página (facebook.com/AccidentalRescue) e, de forma bilingue, pra que os gringos também pudessem participar, começou a publicar mais e mais fotos tratadas ao lado das originais.

Ele publica um novo slide a cada fim de semana e, de tão empolgado, resolveu procurar mais fotos pra resgatar todos os domingos na mesma feira, e em outras que descubra em suas viagens de trabalho (detalhe: Marcos não é fotógrafo. É executivo de uma grande multinacional… ou seja, o cara é ocupado! Tem que amar muito a fotografia pra guardar o pouco tempo que sobra pra isso, né? ;-)

Não sei se, nesse ponto do post, você já parou pra dar uma olhada lá na página do projeto. Mas vale à pena correr pra lá. As imagens são lindas, e geram realmente muita curiosidade e especulações. Sem falar que as imagens feitas em Kodachrome realmente chamam a atenção…

Enfim, pule pra lá pra página do projeto, curta, participe, compartilhe suas idéias sobre as fotos! :-D

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • Andrea Xavier
    01/11/2012 em 6:43 pm

    Eu resgatei um saco de slides numa caixa perdida em casa. Alguns foram tirados pelo meu pai outras ele disse que ganhou e outras ele nem lembra da origem. Pra mim foi um achado e um tesouro, pois são desconhecidos totais. A única coisa que sei é que são da década de 70. Agora vou digitalizar e compartilhar, mas sei que vai ser um trabalho longo… Marcos, Parabéns pelo trabalho!

    Responder

  • 01/11/2012 em 12:46 pm

    Fala André e Marcos, outro dia eu fui buscar um filme que havia deixado pra revelar no shopping mesmo e acabei parando pra conversar com o atendente. Nessa conversa, descobri que eles têm guardado pelo menos 1 caixa (segundo ele grande) de fotos e negativos que foram mandadas revelar e “esquecidos”. Me deu muita curiosidade de ver isso e tentar resgatar essas fotos, mas não acredito que haja mecanismo legal para reclamar essas fotos. Imagina se cada lab tem um arquivo morto desses, o que não poderia estar perdido ali?

    Grande abraço!

    Responder

  • 01/11/2012 em 12:42 pm

    Campeão, André. Sempre fomentando a arte fotográfica!
    Valeu!

    Responder

Deixa aí seu comentário!