1comentário

Na Sua Bolsa #22: Tadeu Bara

por em 08/12/2012
 

O Na Sua Bolsa de hoje é com o Tadeu Bara, um cara conhecido dos grupos sobre fotografia analógica do Facebook, Twitter e outras praias. Mas quando tá de bobeira ele também trabalha como forógrafo profissional ;-) fala Tadeu!

Bolsa: Essas tipo tira colo chinezinha mas funciona bem, não chama a atenção hehe, última coisa que um fotógrafo quer é ser roubado.

Pentax Spotmatic: Segunda câmera analógica que eu comprei, achei por uma pechincha na feirinha da Paulista, está com uma lente 50mm 1.4 que eu amo, durante muitos rolos foi minha câmera mais usada ela é parruda aguenta o tranco.

Canonet: Estamos em plena lua de mel, as outras devem estar morrendo de ciúmes, depois que ela chegou não consigo não levar ela comigo onde quer que eu for. Sempre quis ter uma range finder, como uma Leica esta a km’s de distância garimpei pra achar uma canonet, ela também veio suprir uma necessidade que eu tenho de ter uma câmera compacta com características de uma “profissional”, pra carregar comigo enquanto estou filmando. Se você não tem uma Range Finder largue tudo que você esta fazendo e vá atrás de uma hehehehe !

Halina 35x: Esta é herança do vô, meu xodó, fotografou minha mãe e esta fotografando seu neto agora. Mas essa história o André já contou aqui no queimando o filme.

Lente 70-220mm M42 – Quem nunca sonhou com uma tele ? Pois é essa veio da 7 de abril nova nova nova, sempre vale a pena garimpar na 7, paguei um preço justo, barato. Uso na pentax, e na canon com um adaptador ou seja 1 lente X 2 câmeras

Polaroid SX70 – Essa marcada pelo tempo, castigada, com mais fungos que o armário da minha vó, mas é assim que a gente gosta !

Lubtel 166b: Já que é pra ter uma lomo eu quis uma que falasse russo hehehe, veio voando lá da Russia estou no primeiro filme com ela vamos ver no que vai dar !

Caderninho: Ah, é sempre bom escrever notas de novas experiências.

Filmes: 2 de iso alto, gosto muito de fotografar shows e espetáculos eles são ótimos para isso, também gosto de submete-los a situações drásticas de luz pra ver até quanto o bichinho aguenta. Fotografar com analógica já é demais, com PB então é êxtase por isso ele sempre tá ali, por último um Chrome um pouco de cor não faz mal a ninguém.

Valeu rapaz! E você ai, que tá lendo? Já mandou a foto e a história do que carrega na sua bolsa? Então manda! :-D

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixa aí seu comentário!