24comentários

Opinião: “Não revelamos seu filme em 1 hora”

por em 12/12/2012
 
Pelo Caminho

Por Andrea Xavier

Toda hora sai notícia sobre novos lançamentos de câmeras analógicas, filmes assim-assado, porquerinhas-acessoriais-mil, etc etc.

Chega de câmeras e acessórios! Quero mesmo é lançamento de CASAS DE REVELAÇÃO, ou seja, LABORATÓRIOS. Estes estão se retraindo e diminuindo a oferta vertiginosamente. Os que ainda funcionam estão só esperando a máquina do minilab dar uma pane e encostá-la no canto, por que não valer a pena consertar. A demanda de revelação anda hiper baixa.

O delírio por fotografia de filme parece enorme, pelo menos para nós que mantemos a cabeça aqui dentro desta bolha. Digo delírio pois é mesmo o que se assemelha. Só cabeças que deliram, que sonham, ainda apostam nesta tecnologia obsoleta. As pessoas se encaminham para este lado como se quisessem proteger-se da obsolescência programada das câmeras digitas. Eles devem pensar tipo: “Comprarei uma tecnologia velha pois não correrá o risco de envelhecer “, só pode ser isso.

E assim assistimos mais e mais lançamentos de analogiquices. O que me preocupa é que não vejo ainda sinais desta onda chegar na praia, ou seja, nos laboratórios de revelação. O aquecimento deste pequeno mercado é o que importa realmente para todos nós. Estariam as pessoas comprando câmeras analógicas para posar nas redes sociais (ou enfeitar suas estantes)?!

Sem palavras.

Por Lari Schoenfelder

O que resta aos desavisados que compram facilmente suas cameras mas sofrem em busca de meios de revelar as fotos? Pegar o celular, posar ao lado da câmera, subir no Instagram e em seguida abandonar o aparato. É fato, revelar fotos não é fácil há muito tempo!

Aqui no centro do Recife não existe mais Revelação em 1hora faz anos. As casas que ainda revelam estão pedindo prazos de quase 1 semana para entregar o serviço. É que eles não tem demanda suficiente para fazer o minilab funcionar todos dia (muito menos toda hora).

Há 2 anos (outubro de 2010) escrevi o texto a seguir para postar em algum canto, nunca o fiz. Lendo este texto hoje podemos ver que as coisas só pioraram.

Título: Revelamos seu filme em 1 hora!

Esta frase está entrando em extinção. Há alguns anos a frase era o indicativo de que “o Foto” (é desse jeito que os minilabs eram popularmente conhecidos) estava mesmo equipado com o que tinha de mais moderno em tecnologia de processamento fotográfico. Soa estranho o verbo estar no passado, mas isso é fato: são raros os locais que ainda revelam filmes em 1 hora em Recife. Vivenciei isso e vou contar agora.

No sábado passado, bem cedinho, resolvi fazer um passeio pela Av. Beira Rio (como o nome sugere esta via acompanha um trecho do Rio Capibaribe) com meus dois filhos, de 7 e 8 anos. Minha recém adquirida Nikon FM2 também nos acompanhou nesse passeio de 2 horas, onde queimei por completo um Fuji Superia 100.

Street Fotography

Por Marcio Vital

Na sequência deixei os meninos em casa e comecei minha peregrinação com o objetivo de ter as fotos em mãos antes do meio-dia ainda naquele sábado. Sofri… penei muito pela cidade afora, é o que posso adiantar.

Pertinho de minha casa está um lab que costumo usar, o Foto Varela, e qual não foi minha primeira surpresa ao ouvir da atendente que eu só teria as fotos em mãos na terça-feira. É que eles não tem mais naquela loja a máquina de revelar o filme. Agora eles mandam para uma filial que centraliza este serviço de revelação e quando o filme retorna para eles, via motoboy, é que eles copiam ou escaneiam. Era sábado, quase meio-dia, e o filme só seguiria para esta tal filial (no bairro do Rosarinho) na segunda e por isso a entrega estava sendo programada para a terça-feira.

Eu fiquei pasmo e puto da vida! Maldito procedimento digital! Ele é o culpado de tudo, oh, shit! Saí da loja rapidamente com meu rolinho de filme e segui para a Tabira Filmes mais próxima. Esta loja tem grande tradição de atendimento das massas e claro, as massas ainda está usando largamente cameras analógicas – pensei equivocadamente.

Ao chegar na loja da Tabira do HiperCenter fui logo recebendo o prazo deles por cima da cara: 5 dias! Hein, hein!! Como assim? “Digital, amigo, digital! Mas a loja da Tabira da Boa Vista faz este serviço de 1 hora pra vc!”

In Between

Por Danilo Zamboni

Para piorar a situação, na sequência eu não fui direto para a filial da Tabira indicada, resolvi passar numa outra minilab num shopping. Quebrei a cara duplamente: nenhuma das duas minilabs desse shopping faziam mais o serviço. Não importa o prazo.

Nisso o relógio se aproximava das 13h. Estava quase no final do expediente de minha última esperança. Corri para a tal filial da Tabira Filmes da Boa Vista onde deixei meu filme para pegar dali a 1 hora, devidamente revelado, copiado em 10×15 e gravado em CD (tudo por cerca de 25,00).

Ufa, como é bom voltar no tempo…

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • 22/01/2015 em 10:36 am

    Olá, também estou a procura de filmes 35mm em Campina Grande, tá difícil de encontrar, gostaria de ISO 100 mas acho que hoje em dia é caro um desses, infelizmente desde que as digitais dominaram o mundo dificultou a vida de quem também gosta de analógicas.

    Responder

  • 12/01/2013 em 12:38 am

    Olha, confesso ser novata no mundo analógico, ganhei uma Diana Mini do meu namorado e fui logo tirando foto, super entusiasmada e tal pra ver os resultados. Fui na loja de fotografia e fiquei chocada com o preço, 3 reais cada filme, 2 reais a chapa (não sei o que é) e 90 centavos cada imagem, caso eu quisesse passar pro pendrive. Sem citar que demoraram 3 dias, acabei que fiquei com 5 fotos no pendrive e uns negativos na gaveta.

    Responder

    • 15/01/2013 em 9:49 am

      Oi Juliana! Olha, tem que procurar mesmo um lugar legal, às vezes até fora da sua cidade. Fotografia analógica é um hobby legal, mas não necessariamente fácil ou barato… infelizmente :-/

      Responder

  • 07/01/2013 em 1:05 am

    Caras. Estou comentando esse post meio fora de época. Mas tá valendo.
    Uma coisa que me deixou p… da vida foi quando comecei a procurar material para fazer cópias fotográficas em casa num laboratório caseiro… É uma empreitada bem difícil.
    Desculpe se vou falar mal de algum possível apoiador desse site, mas, pra mim, esses caras da lomography.com não passam de uns #@$!@ do caramba. Uns malditos exploradores. Vendem todo tipo de câmeras, chaveiros, filmes etc. E pergunto: por que não vendem QUÍMICOS E PAPEL FOTOGRÁFICO???
    Mandei um email pra eles perguntando e os caras me responderam dizendo que “isso não está dentro de nossa área de atuação no mercado” ou que “teremos prejuízo” trabalhando com isso.
    Será que iriam à falência vendendo papel fotográfico e químicos para alguns malucos que estão dispostos a pagar?? Pra mim isso não passa de exploração simples e pura. É muito mais fácil trabalhar com cameras e outros materias do gênero sem se preocupar com prazo de validade dos químicos, papel, etc.
    Do que adianta ter “La Sardinas” e/ou outras câmeras “descoladas” e não botar a mão na massa e revelar os filmes e fazer algumas cópias (nem que seja via pin hole).
    Poderiam também vender pequenos kits pra quem quer conhecer a técnica pin hole no papel ou mesmo a cianotopia (os gringos fazem isso).
    E em relação a revelação em laboratórios, aqui em Florianópolis está se tornando praticamente impossível tal empreitada pela falta de opçoes e pelo horrível atendimento dos labs.
    Desculpem pelo desabafo. Parabéns ao autor pelo artigo e parabéns aos responsáveis pelo site.

    Responder

    • 07/01/2013 em 1:16 am

      Direto ao ponto, Silas. Foi exatamente isso que me motivou a escrever o post.
      Desabafo registrado! :) Obrigado.

      Responder

      • Gustavo
        08/01/2013 em 1:21 pm

        Aqui no Rio a loja da Lomography aceita os filmes para revelar (eles mandam para um lab decente). Concordo que é muito pouco e que eles poderiam (ou deveriam…) investir mais nesse sentido. Acredito que no Brasil eles nunca irão fazer algo do tipo, porque os preços dos químicos e etc são muito elevados. Em se tratando de filme PB o melhor é fazer em casa.

        Outro ponto crucial, que não depende exatamente de usar negativo ou não, é que os atendimentos dos laboratórios existentes estão péssimos. As pessoas que trabalham nesses lugares tinham por obrigação saber o mínimo para conseguir oferecer um serviço decente. Isso, infelizmente, perdeu-se. Para digital e, principalmente, analógico. Acredito que isso, mais do que tudo, selará o destino de alguns laboratórios.

        Grande abraço!

        Responder

  • Cristiano
    29/12/2012 em 12:08 pm

    Muito legal este post. Estava procurando lugar pra revelar e vim parar aqui. Vou compartihar no facebook.

    Responder

  • Penélope
    18/12/2012 em 12:18 pm

    Só tenho 18 anos, então na época em que minha família juntava os filmes e levava pra revelar em uma hora no centro, no sábado de manhã (me lembro nitidamente disso), eu era uma criança e não tinha noção das coisas. Era caro como é hoje? Aqui em Recife, hoje, acho o serviço escasso e absurdamente caro… resultado: o lab que eu revelava aqui aumentou o preço de R$6 pra R$13, e agora eu só revelo meus filmes em Campina Grande, interior da Paraíba, porque lá tem um lab que revela três filmes por R$10. E a vida segue e eu continuo garimpando labs pro meu bolso de estudante…

    Responder

    • Priscila
      17/08/2013 em 3:00 pm

      Penélope, partilhamos da mesma época e esses dias decidi voltar à vida analógica com minha Yashica AW 818. Moro em Campina Grande-PB e gostaria de saber qual é o lugar que você cita no comentário (revelando 3 filmes por R$10,00), pois também quero aproveitar, hahaha. É uma pena eu não ter achado aqui filmes 35mm PB ou com efeitos (sépia, vinheta), acredito que só pela internet mesmo. Te agradeço, de antemão e parabenizo o autor do artigo, assim como o Silas (do segundo comentário). Tá certo que tem um pouco de loucura em viver analogicamente, mas nada paga o prazer de passear com a câmera, fotografar de fato, a ansiedade para revelar, sentar e ver as fotos, relembrar histórias. É isso!!

      Responder

  • 14/12/2012 em 3:36 pm

    Oba! A terceira foto do artigo é minha :-) Bacana a matéria!
    Eu como já gostava de P&B acabei comprando um scanner e agora revelo em casa!

    Responder

  • Mush
    14/12/2012 em 1:43 pm

    Muito bom o post, e realmente é isso mesmo e aqueles que revelam ainda parece que o fazem com mal gosto, sem vontade :S

    Responder

  • Leandro Gavazzoni
    13/12/2012 em 8:46 am

    Aqui em Colatina (ES) só tem uma lab que faz revelação de filme, e o prazo deles é 24h, mas 5 dias é muuuuiiitoooo tempo rs, quase uma semana pra pegar as fotos, queria poder revelar em 1h. Mas esperar 24 h até que compensa ao ver a reação dos meus colegas de classe ao verem as fotos reveladas (todos ficaram “vintages”).

    Responder

  • Orum Nathan
    12/12/2012 em 11:56 pm

    Aqui em Recife eu revelo meus filmes 135 em uma hora lá no centro na loja Artcollor que fica por trás do antigo Cinema São Luiz….

    Responder

  • Orum Nathan
    12/12/2012 em 11:33 pm

    Aqui em Recife eu revelo meus filmes 135 em 1 hora lá no centro, na loja Artcollor que fica por trás do antigo Cinema São Luiz…. Fone: 3221-5254

    Responder

    • 14/12/2012 em 9:59 am

      Bacana, Orum. Acabei de ligar para a ArtCollor.
      Eles entregam em 2horas :
      Revelação: 5,00
      Revelação + Scan= 13,00 (+1,00 do CD)
      f. 3221.5254 (aos fundo do Cine S. Luiz)

      Responder

  • 12/12/2012 em 7:40 pm

    Aqui em Curitiba, infelizmente, não tem mais isso. Conseguimos as vezes no dia de semana na Ibiza ou Ticcolor, e olhe lá. Normalmente só posso ir aos sábados na matriz das lojas e demora cerca de 3 horas…

    Mas o que mais me chamou a atenção foi o preço de 25 reais por revelação e ampliação… Normalmente eu apenas digitalizo, pois o preço é R$ 1,15 para cada foto em 10×15, ou seja, mais de 40 reais (fora a revelação e a digitalização). =/

    Responder

    • Eduardo Andrade
      21/12/2012 em 10:52 am

      Dani, eu sempre consegui revelar e digitalizar até que bem rápido (em torno de 1h e meia ou 2h em qualquer dia da semana) nos labs de Curitiba (que graças a Deus, ainda são em bom número, eu não posso dizer que Curitiba é uma cidade ruim para quem fotografa com filme). Eu costumo levar na Ibiza, na Ticcolor ou na Multi color, ma ultimamente ando levando na Multi Color mesmo, na Dr. Muricy, pois o pessoal da Ibiza danificou um negativo meu e eu fiquei com o pé atrás depois disso. Além disso, na Multi Color eu pago um valor até que decente: R$ 15,00 a revelação + digitalização c/ CD de um filme de 36 poses.

      Responder

      • 14/03/2013 em 10:58 am

        Só hoje vendo a tua resposta, Eduardo. “Um pouco” atrasada. mas vou experimentar o trabalho da Multi Color também então, porque na Ibiza também me decepcionei bastante… E a Ticcolor as vezes é fora de mão por conta da correria… (Que falta faz um estacionamento! =/)
        valeu a indicação!

        Responder

  • Thais
    12/12/2012 em 4:09 pm

    Em BH acho que só dois lugares revelam em uma hora: centro fotográfico e Pedro Cine Foto. Na minha cidade, Ibirité, ainda tem um “foto”, revelam e eu só pago o que sair (não cobram fotos queimadas e revelam vários tipos de filme).
    Em shoppings a demora é de 3 dias no mínimo e pagamos uns 25 reais por todas as fotos, em baixa qualidade, queimadas ou não.

    Responder

  • Kássio
    12/12/2012 em 3:08 pm

    Aqui em Goiânia (no centro mais precisamente), restam poucos labs que façam revelação em 1h ou 1h30. Nos demais, podem demorar de 1 dia à uma semana! :/
    Isso sem falar na dificuldade de achar algum que faça revelação de filmes 120…

    Responder

  • Leo Siqueira
    12/12/2012 em 12:24 pm

    Aqui no Rio desconheço algum lab que ainda trabalhe com revelação em 1h. O mais rápido que consigo hoje é no mínimo 24h, isso somente em dias úteis. O último que me prometeu em menos tempo, acabou estragando e expondo metade do meu filme arruinando metade das fotos do rolo… E não era qualquer minilab… Isso em pleno Shipping Leblon na ZS do Rio…Será que alguém conhece algum lab decente no Rio com revelação em 1h? abs

    Responder

Deixa aí seu comentário!