3comentários

Cada marca com seu mount: Pentax

por em 25/02/2013
 

Foto acima: Pentax K1000 – por Larice Barbosa

A série “cada marca com seu mount” está de volta! Nós já falamos da Canon (aqui e aqui), da Nikon e agora é a vez da Pentax!

Talvez quem seja mais novo não conheça a importância da Pentax na fotografia. Resumidamente, a primeira SLR japonesa foi produzida pela Pentax, além de suas câmeras serem responsáveis pela popularização do mount M42 nos EUA (os ianques costumam chamar até hoje o M42-mount de Pentax screw mount – “mount de rosca da Pentax”, numa tradução livre).

O início de tudo

Período pós Segunda Guerra Mundial, Guerra das Coreias, centenas de jornalistas estrangeiros descobrindo câmeras e lentes boas fabricadas no Japão… Tudo isso (não necessariamente nessa mesma ordem) marcou o nascimento da primeira SLR da Pentax, na época conhecida como Asahi Optical.

Asahiflex IIb - Por mr.dave

Asahiflex IIb – Por mr.dave

A primeira SLR da Pentax, a Asahiflex, foi produzida em 1952, e não foi somente a primeira SLR da marca, mas também a primeira SLR do Japão. Ao contrário da Canon e da Nikon, a Pentax não chegou a produzir nenhuma rangefinder, indo direto para a SLR – resultado da teimosia sabedoria dos engenheiros e designers da marca de que SLR é um sistema melhor que rangefinder.

Engraçado, porém, é que as primeiras SLRs da Pentax pareciam rangefinders… em que trocaram o sistema de dois visores por um de espelhos. O mount das câmeras era o M37, incomum até mesmo em rangefinders da época. Devido ao mount ser menor, essas câmeras não possuíam um pentaprisma, o que dificultava o uso da câmera na posição vertical, impossíveis de se utilizar para fotografar assuntos em movimento ou em locais mal iluminados e de se utilizar objetivas com distâncias focais maiores.

M37-mount: de 1952 até 1957

  • Asahiflex I
  • Asahiflex IA
  • Asahiflex IIB
  • Asahiflex IIIA

O nascimento da Pentax

Reconhecendo o problema de não ter um pentaprisma na câmera, a Pentax estudou e desenhou uma nova linha de câmeras, que ficou conhecida por Asahi-Pentax. Junto com esse novo desenho, também veio a necessidade de um novo mount. A empresa, então, não quis arriscar e adotou o M42 mount, sistema desenvolvido pela Carl Zeiss, em 1938, a pedido da KW Camera para equipar sua linha de SLRs Praktica. Essa linha de SLRs, a Asahi-Pentax, fez muito sucesso, inclusive tornando tendência boa parte de seu design, como a manopla de avanço de filme na parte superior direita da câmera, e faria a empresa adotar esse nome, Pentax.

M42-mount: de 1957 até 1975

  • Asahi-Pentax (e suas variações)
  • Asahi-Pentax Spotmatic (e suas variações)

As limitações do M42 e o nascimento do K-mount

No início da década de 70, o mount M42 começava a apontar seus sinais de desgaste. Não era mais possível avançar tecnologicamente com esse mount e o sistema já ficava defasado em relação a outros mounts. A saída da Pentax foi

Pentax K-mount - Foto por Martin Taylor

Pentax K-mount – por Martin Taylor

desenvolver um novo mount, em parceria com a Carl Zeiss, o que deu origem ao K-mount, utilizado até hoje pela marca.

A Pentax lançou três câmeras simultaneamente com o K-mount, sendo a Pentax K2, a Pentax KX e a Pentax KM, todas de 1975. No ano seguinte nasceria uma das câmeras mais populares da marca, a Pentax K1000.

Apesar da marca continuar utilizando o mesmo mount, avanços tecnológicos foram feitos nesse mount, o que possibilitou a criação de um sistema de autofoco bem sucedido sem a necessidade de alterá-lo. Existe, porém, variações importantes a serem consideradas – mas a maioria dos corpos lançados pela Pentax aceitam todas as objetivas K, inclusive as antigas.

K-mount: de 1975 até 2001

  • K2
  • KX
  • KM
  • K1000
  • ME
  • MX
  • MV1
  • MV
  • LX
  • ME Super
  • MG

KF-mount – de 1981 até 1988

  • ME F*

KA-mount – de 1983 até 1986**

  • super A / super PROGRAM
  • program A / program PLUS
  • A3/A3000
  • P3/P30
  • P5/P50
  • SFX/SF1
  • P3n/P30n
  • SF7/SF10
  • SFXn/SF1n
  • P30t
  • PZ-10
  • PZ-1
  • PZ-20
  • PZ-50
  • PZ-1P
  • PZ-5P
  • PZ-70

KAF-mount – de 1986 até os dias atuais***

  • MZ-S
  • MZ-3
  • MZ-5
  • MZ-5n
  • MZ-10
  • MZ-7
  • MZ-6/ZX-L
  • MZ-M (manual focus version and no built in flash)
  • MZ50****
  • MZ30****
  • MZ60****
  • *ist

Outros formatos

Nós falamos aqui apenas sobre 35mm, porém alguns de vocês sabem que a Pentax fabrica câmeras de médio formato, certo? Então falaremos delas aqui também! :D

O mount das câmeras de médio formato da Pentax***** é baseado no K-mount. Os mounts, porém, são conhecidos por PK67-mount e PK645-mount, e são desenhados para as Pentax 67 (e derivações) e Pentax 645 (e derivações) respectivamente, sem grandes segredos. ;)

——————————————–

Observações:

* A Pentax ME F foi a primeira câmera a tentar introduzir um sistema de autofoco. Para isso, ela tinha uma conexão especial que se comunicava apenas com uma objetiva, a SMC Pentax 35-70mm f/2.8.
** O KA-mount é igual ao K-mount, com a diferença que as bjetivas possuem modo de prioridade de abertura.
*** O KAF-mount é igual ao KA-mount, porém com sistema de autofoco.
**** MZ50, MZ30 e MZ60 são os modelos da linha MZ que não aceitam as objetivas K-mount, apenas KA-mount.
***** A Pentax continua fabricando suas câmeras de médio formato. A Pentax 67 é analógica, enquanto a Pentax 645D é a digital que substituiu a Pentax 645 no ano passado.

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • nine
    28/07/2014 em 6:31 pm

    gente, é tão difícil achar informações em português sobre a kx. seria bacana quem tiver uma, ou conhecer, escrever algo aqui. hehehe :D
    abç. gosto demais de ler os posts aqui.

    Responder

    • 04/08/2014 em 7:12 am

      Não conheço – ou me recordo – da Pentax Kx, mas dando uma olhada pelo Google, ela não foi muito popular por essas bandas mesmo. Vou dar mais uma pesquisada a respeito dela. ;)

      Responder

  • Oliveira
    13/03/2014 em 11:04 pm

    Um detalhe que não está bem exposto: a KA-Mount é na verdade uma lente que PERMITE o controle da abertura automático pela câmera. Ou seja, permite uma prioridade ao obturador. As câmeras Pentax ME, por exemplo, é K-Mount E possui prioridade abertura (por acaso é a que possuo).

    Responder

Deixa aí seu comentário!