1comentário

Conheça a história da Canon com o Canon Camera Museum

por em 06/03/2013
 

Kwanon, a Primeira

Os nikonzeiros de plantão que me perdoem, mas depois de olhar esse link para o Museu das Câmeras Canon fiquei ainda mais inclinado a tombar pro lado “canon da força” (apesar de ser pentax desde pequenininho).

Propaganda Dê uma olhada mesmo se for Nikonzeiro e fique por dentro da história da marca, que desde 1933 oferece uma opção às câmeras européias já estabelecidas na época como a Leica e a Contax.

Foi lá que descobri que Canon deriva de Kannon, a deusa budista da misericórdia. Daí virou a Kwanon, que virou Canon. A câmera da foto acima foi o primeiro protótipo, a primeira câmera que foi comercializada já com o nome Canon (e torçam o nariz, puristas) tinha lente fabricada pela Nikon! Sim, aquela piada da fusão das marcas que rolou na internet tem um eco no passado pois existiu uma Canon com lente Nikon (e tipo, quase destruiram o continuum do espaço tempo com esse paradoxo fotográfico).

1936_hyo-han

Hansa Canon (Standard Model) de 1936, aquela com lente Nikon que falei

É possível dar aquela viajada na linha do tempo conhecendo os diversos modelos de câmeras de todos os tempos: fotográficas, de cinema, lentes, desde as analógicas até as mais modernas DSLRs.
É dividido em Câmeras, Design, Tecnologia e História e tem conteúdo pra dias, senão semanas, de uma overdose de Canon na veia. Vai lá no site e aprenda um monte de história pra contar na mesa de bar e encher o saco dos amigos nikonzeiros (menos aquela parte da lente nikon da primeira câmera).

Ps.: O Queimando Filme nem eu nos responsabilizamos caso algum Nikonzeiro aí vire a casaca!

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixa aí seu comentário!