0comentários

Três Motivos #1: Rafael Lucena Martins

por em 06/04/2013
 

É com prazer que apresento o primeiro (segundo, se contar com a Luiza) contribuinte do projeto e aproveito para também encorajar todo mundo a mandar pra gente seus depoimentos! É muito legal ter essa experiência de compartilhar opiniões, razões e preferências de quem gosta de fotografia analógica, acaba mantendo a gente unido e sempre perseverando (In filme we trust!)…

Mas chega de conversinha, a nossa primeira participação é do Rafael Lucena Martins, esses são os Três Motivos que o levam a fotografar com filme:

519400121. Filme não é nítido como a imagem digital. E isso é lindo. Imagens de alta resolução em pixels e grande nitidez têm uma clareza que não me agrada. De alguma forma, a imagem digital transforma a realidade em uma coisa fria que não me apetece. Gosto da não-precisão que há na fronteira entre o céu e as nuvens nessa foto, por exemplo. Só o filme faz isso de um jeito bacana.

 

C007521-R1-07-82. Esses contrastes e essa textura que o filme captura não são reproduzidos da mesma forma digitalmente. Sinto que poderia tocar a cena com um preto-e-branco assim. Sinto a temperatura desse chão, e quase posso ver o cachorro respirar. Loucura? Talvez. Mas eu consigo ver!

 

 

img0123. Não há nada como o ‘sabor’ das cores de um filme cromo. São cores sólidas e vivas, vibrantes como o azul no céu desse dia, bem como me lembro. Não tem como não curtir!

 

 

 

Também quer participar? Manda um email para contato@queimandofilme.com com o assunto “Três Motivos”, suas informações, seus três motivos e três fotos autorais para deixar o post munitinho. :D

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe uma resposta »

 

Deixa aí seu comentário!