9comentários

Opinião: Relaxa, galera, e olha pro outro lado…

por em 10/04/2013
 

Foto acima, por Claudio Cacini

Semana passada a comunidade analógica tomou (mais um) susto quando a revista Galileu, interpretou erroneamente um press release da Fujifilm e anunciou (de novo) o apocalipse da fotografia analógica. Passadas algumas horas, uns milhares de enfartos, trocentos gritinhos, e um email de um colega de comunidade pra redação da revista, eles corrigiram: a Fujifilm (como anunciado ano passado, aliás) está parando de fabricar filmes pra cinema. Ou seja, nenhuma novidade aqui.

A questão é que fica todo mundo desesperado cada vez que saiu uma nota dessa. E, sinceramente, não precisa disso tudo. Porque? Porque somos amadores, experimentalistas, improvisadores, e poucos, como já falamos aqui. E, sendo poucos, precisamos de pouco.

Nesse sentido, tá na hora já passou da hora de você, leitor, leitora, leitores, pararem com essa coisa de achar que a fotografia analógica como hobby depende da Kodak, da Fuji, da Canon, da Nikon e até da Lomography. Existem dezenas de outros fabricantes de filmes por aí (ok, é mais difícil de achar e é mais caro, mas existem), e existe até gente criando câmeras no Kickstarter pra colocar à venda, como a Travelwide, que rolou nos Grupos do Facebook por esses dias. Aliás, quem se der ao trabalho de procurar no Kickstarter por “film cameras” ou “analog photography” vai encontrar dezenas de projetos interessantes. É isso aí, galera… o mundo não se resume ao seu shopping center preferido.

E os filmes? “Ah, os filmes vão acabar… o fim está chegando…”. Sim, a Kodak vai parar de fabricar filmes. A Funi também. E boto dinheiro que isso vai acontecer em breve. Mas isso é o fim do mundo analógico? Nem de longe. Agfa, Ilford, Lomography estão AMPLIANDO suas linhas. A Ilford lançou até uma câmera pinhole recentemente. A Rollei também tem uma linha de filmes criativos, preto e branco e redscale, sem falar em Revolog, Adox, Arista… o que, nunca ouviu falar desses filmes? That’s my point! Saia da caixa e pesquise!

E pra revelar? Novamente, laboratórios ainda existem, e aos montes. Não tem um em sua cidade? Manda pelo correio pra um de confiança! Existem váaaarios que trabalham dessa forma.

Sim, não estou dizendo que a vida é, ou vai ser fácil. Quer vida fácil, compre uma digital. Um hobby artesanal, seja fotografia analógica, culinária, marcenaria, tricô ou pintura de dedo parte do princípio que você vai ter que investir tempo e esforço no hobby. Ou ele não é um passa-tempo. Ele é um… sei lá. Algo no qual você não passa seu tempo, né?

Portanto, caro pessimista. Ao invés de olhar pra fotografia analógica através do filtro das grandes marcas, comece a conhecer melhor o mundo “indie*” desse universo. Olhe pro outro lado, olhe pra cima, olhe pra baixo. Procure onde você não procurava, procure de forma diferente. E aproveite essa busca, porque ela também faz parte da brincadeira :-)

#prontofalei.

* Pra quem não sabe, “indie” não tem nada a ver com hipster, musica da modinha ou algo assim. “Indie” vem de “Independent”, ou seja, Independente, como em musicos independentes, gravadoras independentes, escritores independentes, fabricantes de filme e de câmeras independentes….

 

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • Dagmar Laus
    30/01/2016 em 9:56 am

    Ótimo.

    Responder

  • neura
    23/03/2014 em 6:34 pm

    será que já rolou aqui no site uma listinha de lugares que recebem filmes 120 e grande formato por correio para revelar? e onde comprar químicos coloridos no brasil para um esquema indie caseiro? seria de grande utilidade…

    Responder

  • Ricardo
    08/09/2013 em 7:22 pm

    Minha preocupação é com o filme de slide. Esse parece só ser fabricado pela Fuji (vi um da Rollei esgotado por aí).

    Responder

  • Lonez
    31/07/2013 em 6:57 pm

    Meus Arista estão pra chegar! :D

    Poisé, esses dias eu tava fuçando uns sites por ai, nem lembro onde que foi, mas achei varios filmes diferentes (japoneses, chineses, sei la, nao consegui ler, então ta bom pra testar)!

    Sempre gostei da Fuji, e fico triste em ver que eles tão aos poucos pulando fora… Mas com dito aí em cima, tem 59873289572938 de outros filmes por ai, é só procurar mesmo!

    Quanto a revelação, pra quem tem um pouco de vontade de revelar em casa, é totalmente viável meter a mão na massa!
    Químicos? Tem aos montes! Pode ser mais caro/complicado comprar os da Ilford ou Kodak, mas tem varias receitas simples aí na net, inclusive tem gente em alguns foruns por aí que ja vende manipulado, é só usar!

    Pro meu entender, fotografia analogica é tudo isso aí: correr atras de camera, correr atras de filme, fazer experiencias/gambiarras, dar um jeito de revelar e depois digitalizar.
    Não é só camera hunt que existe não! Tem film hunt, chemical hunt, scanner hunt…. ;D

    Responder

  • 11/04/2013 em 8:05 pm

    \o/ #prontofaloutudo!

    Responder

  • Yago Moreira
    10/04/2013 em 11:42 am

    E sem contar que mesmo se a Fuji pare de fabricar HOJE os filmes, ainda tem muuuuuita coisa por aí. Mercado livre, ebay, amazon, aqui em SP tem as lojas da Conselheiro Crispiniano com prateleiras cheias de filmes, então ‘temos’ estoque pra muitos anos ainda.

    Responder

Deixa aí seu comentário!