0comentários

Billy Mork e sua arte analógica

por em 19/05/2013
 

Domingo é dia de vídeo! E a dica da vez é um documentário chamado The Art of Analog Film Printing, que tem como foco o fotógrafo Billy Mork.

http://www.vimeo.com/53606480 ]

Billy começou a carreira como fotógrafo, se tornou diretor de arte, arquiteto e acabou voltando às suas origens: a câmera escura, revelando (e imprimindo) filmes preto e branco. Ele sempre trabalhou com filme, desde adolescente, então nada mais justo do que ele retornar aos rolos de 36 poses monocromáticos, não?

Dois avisos de antemão: o vídeo, apesar de extremamente inspirador, está todo em inglês e o Billy tem um sotaque MUITO FORTE de chinês, o que torna tudo um pouco mais difícil de entender. Não é todo chinês que tem sotaque britânico igual ao Kai Wong. ;)

Quem cantou essa bola foi o PetaPixel, nesse artigo aqui, oh.

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe uma resposta »

 

Deixa aí seu comentário!