0comentários

Flash não Queima! O polêmico estouro de flash transformado em projeto…

por em 20/05/2013
 

Outro dia recebi um email de uma pessoa que eu não conhecia, a Suelem, brasileira fugida pra Argentina, falando sobre um projeto que ela tinha começado. O projeto era bem inusitado. Pegava uma coisa que 99% das pessoas odeia – estouro do flash no meio da foto – e o transformava em proposta estética. Era o projeto “Flash não Queima!”

Gamei na hora. Um projeto de uma simplicidade assustadora, e ao mesmo tempo extremamente criativo! Na hora me deu vontade de mandar fotos, não só minhas, mas fotos antigas de família que tenho (todos temos!) com flashes estouradões no meio das fotos… e o mais legal, reparei depois, é que elas fazem realmente uma composição quando estão todas juntas no mural do site do projeto! Um flash estourado pode parecer feio. Mas vários deles juntos geram uma composição campeã…

Mas vamos falar um pouco com a criadora do projeto. Abaixo, uma entrevistazinha rápida com ela.

Quem é você? O que tá fazendo perdida na Argentina?

Me chamo Suelem Lobão, sou paraense formada em jornalismo. Desde 2009 moro em Buenos Aires. Queria seguir avançando profissionalmente então vim basicamente para estudar e trabalhar. Hoje curso um mestrado em comunicação audiovisual na Pontificia Universidad Católica Argentina e trabalho como assistente de produção no canal truTv, da Turner International.

tumblr_mjlrp4l2Va1s8tn55o1_1280Como surgiu a ideia do projeto?

Eu estava visitando uma amiga em São Paulo ano passado, tinha esquecido minha Lomo aqui e a Canon. Então para registrar a tal visita comprei uma câmera descartável da Kodak. Tive um azar tão grande que em todas as fotos que bati, eu e ela saímos horrendas, exceto uma num espelhão gigante da D-Edge em que bati com o flash. Ficou linda demais, para mim. As cores perfeitas, éramos três, e um clarão no meio só no meu rosto. Adorei toda a composição e foi quando vi que o flash queimado no meu rosto não era um “erro” e sim dava uma composição divertida e curti ainda mais por não aparecer meu rosto. A gente sempre bate foto para aparecer linda, mas vi que o flash poderia ser meu personagem principal, e não eu.

Quando começou o projeto? Quais os comentários que você tem recebido?

Depois dessa foto, comecei a comprar cada vez mais câmeras descartáveis (tenho cinco em estoque, está cada vez mais difícil de achar) a usar mais o flash da Diana F+ estourada em superfícies e uma Samsung pocket básica de filme. Sempre ando com uma delas na bolsa. E quando via um lugar legal que dava para aparecer o flash ia lá e pum! Batia a foto.

Em um outro lugar puxei uma amiga pra bater uma foto dessas e ela me diz “Não, mana, isso vai queimar”, dai expliquei tudo pra ela. Quando mostrei a foto revelada, ela amou.

Segui com isso porque me divertia o resultado. Então, numa noite de conversa com essa mesma amiga por chat estávamos conversando em ideias de projetos, meus trabalho de vídeo da faculdade, os delas, que deveríamos fazer algo… e lembrei dessas fotos. Comentei com ela e ela prontamente “Faz um Tumblr! flashnaoqueima.tumblr.com”. Amei o nome e fiz no dia seguinte.

tumblr_mmvbn8ItiF1s8tn55o1_1280As pessoas que já me chegaram a falar algo eram coisas positivas do tipo “boa sacada!”. Acho que quando elas veem as fotos percebem que o flash queimado pode ser um charme e não um erro. Mas teve um cara que me mandou um inbox do tumblr que disse “burning through 35mm like it´s no one´s business” e acho que foi o que melhor definiu o flashnaoqueima, porque nunca bati essas fotos com pretensão fotográfica, ensaio, ou sei lá. Vou batendo as fotos por onde eu passo, casa de amigo, restaurante, festas, metrô, viagens, onde eu tenha o meu flash refletido num espaço legal e interessante pra mim tá ótimo. Sigo sem pretensão alguma, mas naquela noite vi que tinha algo legal nas mãos.

Quando vi as fotos com flash estourado do projeto todas juntas, realmente me caiu a ficha de que existe uma identidade que as conecta. Soltas elas são tratadas como erros. Juntas formam uma composição, um ensaio coletivo. Pelo menos é assim que eu as vi. E você? Como vê?

Então, eu também nunca tinha pensado nelas em forma coletiva, até porque nunca me vi fazendo um projeto fotográfico. Batia as fotos e as tinha ai guardadas porque curtia, nada mais hahaha. Mas quando as coloquei juntas vi o sentido que tinha dado a elas, sem querer. Consegui usar o flash estourado – algo que as pessoas consideram como um erro e as descartam – como um charme a mais às fotos analógicas.

Quem quiser contribuir com o projeto deve fazer o que?

Tem um link lá que diz Mostra teu Flash. É só clicar lá e mandar a foto seguindo os requisitos do flash como protagonista e que seja de câmera analógica, senão vira foto de look de Instagram =]

O projeto me fez ficar com vontade de fazer fotos assim de forma proposital. Tem mais gente ficando com essa vontade?

Sim! Tenho recebido de a pouco contribuições. É como tu disseste, soltas assim podem não chegar a ser nada, mas quando olhas e vês a simplicidade que é fazer esse tipo de foto, te divertes fazendo!

tumblr_mm6cwmhzYC1s8tn55o1_500Meus amigos aqui que sabem que tenho feito isso para um blog, já se metem na foto e até me dão sugestão de onde bater uma assim, assado.

Agora, acho que sendo de câmeras analógicas te dá uma estética bem melhor se fosse digital. Tenho essa impressão. Por isso só aceito fotos de filme.

Pelo que vi, muita gente usa flash colorido pra adoçar a brincadeira. Mas o flash branco tradicional vêm sendo o invasor das fotos desde que o mundo é mundo. Será que não seria legal fazer um trabalho mais “purista”, valorizando as incompreendidas fotos de flash branco? Tadinha delas, afinal de contas…

Então, eu curto qualquer flash. Tava usando os gels da Diana no flash da descartável ou da minha pocket, que anda comigo as 24hs na bolsa. Dai vou trocando de cor, tiro, coloco outra cor, tiro de novo. Cada rolo tem várias fotos com cores distintas. Os últimos posts foram fotos coloridas fortes (verde e fúcsia) por coincidência do ultimo rolo que revelei, nada mais. Os próximos posts vou colocar as que tenho sem filtro no flash =]

Bom galera, espero que tenham gostado. Agora é acessar o http://flashnaoqueima.tumblr.com e curtir as fotos do projeto. Ou, quem sabe, mandar as suas! :-D

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

Seja o primeiro a comentar!
 
Deixe uma resposta »

 

Deixa aí seu comentário!