4comentários

Na Sua Bolsa #29: Marcelo Pretto

por em 25/05/2013
 

VOCÊEEE, leitor sem fé! Que achava que o “Na Sua Bolsa” estava morto… VOCÊEE, que pensou que o #28 tinha sido o último….VOCÊEEEEE… que achou que ninguém nunca mais iria mandar seu depoimento e suas fotos pra gente… você quebrou a cara! Bom, pelo menos um pouquinho… ;-) Hoje Marcelo Pretto traz o conteúdo da sua bolsa.

Fala Marcelo!

Sou um fotógrafo da era digital, na tentativa de ser analógico também…

Quando comecei a fotografar profissionalmente, vi que não fazia sentido ter um quantidade enorme de fotos e um aproveitamento baixo na escolha delas, ou seja, muita quantidade e pouca qualidade aproveitável.

Para ser mais assertivo nos meus cliques, comprei uma câmera analógica para treinar.

Sabia que o filme me faria pensar mais antes de clicar, devido a todas as dificuldades de que ele proporciona: resposta demorada na visualização da fotografia, custo “alto” e desconforto para revelar. Porém, tal exercício me fez otimizar a qualidade das fotos devido ao aprimoramento da técnica.

No entanto, passei pela fase do “medo” de errar, que é a contra-partida da “tentativa e erro” que o digital possibilita. Mas o dito “medo” sempre me colocou num estado de atenção; e todos os meus sentidos estão concentrados e dirigidos ao momento do clique. O medo de errar e não poder mais refazer na mesma hora está sendo vencido aos poucos.

Bom, vamos ao que importa: as câmeras!!

Print

As que tenho hoje são pouquíssimas, mas pretendo ampliar aos poucos o arsenal e chegar em 10, no máximo.

A Canon Elan 7 NE foi a primeira analógica que realmente usei para trabalho. Apesar de ser trabalho autoral e ainda não ter publicado, ela é a primeira opção. Comprei-a usada, mas em estado de nova, por R$ 450,00, na caixa. Veio até os plastiquinhos… a característica dela é o Eye Control, isto é, o ponto de foco pode ser feito através do visor apenas com a direção da pupila. Se olho para a esquerda, o foco se posiciona lá, se olho para cima, lá estará o foco. É bem interessante esta tecnologia, e fico me perguntando porque a Canon não trouxe para o digital o mesmo recurso. Pois pode ser desabilitado quando quiser.

Uso na Elan 7 a minha objetiva preferida (90% das minhas fotos faço com ela): Canon 50 mm f 1.2. O resultado é estupendo e gostei desse casamento Élan + 50 mm.

Outro achado foi a Minolta srT 303b, com a objetiva 50 mm f 1.4. Saí para comprar 2 filtros ND para a digital e voltei prá casa com a Minolta. Também estou usando para alguns trabalho, além de ser a minha preferida para treinar com a família nos finais de semana. Confesso que o foco automático me deixa um pouco impaciente, mas sei que é uma questão de tempo para me acostumar. Nela coloquei o Fujichrome Velvia 100 e estou aguardando a revelação. O estado desta câmera e lente é de chorar!! De felicidade! Estão impecáveis. Parece que saíram da fábrica agora, apesar de serem de 1975 à 1979, segundo pesquisas que fiz. Por isso não me contive, deixei os filtros ND prá lá, e peguei a Minolta por R$ 350,00.

A última da coleção é a Lomography Fisheye. Comprei em NY todo contente em fazer fotos interessantes. Mas até agora ela não me respondeu!! rsrsr, Não consegui fazer uma foto sequer que eu gostasse, por isso estou usando-a muito pouco. Mais prá frente eu tento.

Quanto aos filmes, agora tenho comprado somente cromo. Gosto muito de PB também e já usei vários, preferindo o Ilford HP5 Plus. Ah, e quanto a “bolsa”, apesar de não fotografá-la, uso uma Alva da séria do “Araquém Alcântara”, produto nacional e muito bom, que me acompanha em todos os lugares… já ta ficando velhinha…

Resumindo, estou gostando do mundo analógico, pois estava protelando em entrar nele há anos, devido a investimento, tempo e praticidade. Mas eu sempre tive comigo que quem souber fotografar bem com filme num futuro próximo, será um diferencial no mercado.

Galera, fico por aqui, quando aumentar o acervo, postarei mais!! Grande abraço a todos!!

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixa aí seu comentário!