5comentários

Revelando cromo (E-6) em casa com Nuno, do Sagrada Pelicula

por em 27/06/2013
 

Muita gente anda me perguntando sobre revelação de filmes cromo/slide em casa. E, como eu fiz quando o pessoal perguntou sobre Cafenol, procurei um post que pudesse replicar aqui e que pudesse ajudar a galera. O post que achei é do blog português Sagrada Película, que gentilmente nos autorizou a reposta-lo aqui.

Então, lá vai. O Nuno vai explicar como foi a primeira revelação de cromo em E-6 feita em casa por ele.

Fala Nuno! :-)

Depois de muita pesquisa e alguma preparação, processámos slides na Sagrada Película. Aproveitámos o bom tempo da semana passada para dar uma volta por Aveiro e arredores e queimar um Provia 100F e um Velvia 100.

Ingredientes:
1 Velvia 100
1 Provia 100F
1 JOBO CPP-2 c lift
1 Tanque JOBO 2521
1 kit tetenal colortec E6 5L
1 Tetenal Protectan
1 par de luvas

Procedimento:
1-Preparar os químicos

É possível fazer preparações parciais com o kit de 5L da tetenal (mas as medições têm de ser precisas), como esta química tem um tempo de vida curto depois de diluído decidimos fazer uma solução de 500ml para testes, deixando o restante concentrado. Nos químicos concentrados foi aplicado um pouco do gás da tetenal Protectan para minimizar a oxidação. Na medição dos vários reagentes foi usado uma proveta por químico para evitar contaminação.

Segundo o fabricante 500ml dá para processar 6 filmes.

2- Carregar os filmes no tanque

Uma espiral da jobo leva dois filmes 120, separados por um clip. Este procedimento tem de ser realizado em completa escuridão e convém ter cuidado com o autocolante que fixa o inicio do filme ao papel protetor.

3- Processar

A grande vantagem de usar um processador rotativo é a quantidade reduzia de química necessária para cobrir os filmes, no nosso caso são precisos 270ml para processar dois filmes 120. Para além disso o processador mantém a temperatura constante ao longo do processo.

O JOBO CPP-2 demora 90 minutos a estabilizar a temperatura nos 38º, para acelerar o processo foi adicionada água para as lavagens e para o banho maria perto dessa temperatura. O processo E6 tem pouca tolerância a variações de temperatura, pelo que tanto os químicos como a água usada em lavagens têm de ter 38ºC (± 0,5º ). O último banho no estabilizador pode ser feito à temperatura ambiente.

Os químicos são tóxicos e irritantes em contacto com a pele e com os olhos, é aconselhável usar luvas durante todo o processo.

OBS. Tempo
Pré aquecimento do tanque tanque carregado com filme sem quimica 5:00m
Primeiro revelador 6:30m
Lavar 2:30m
Revelador de cor 6:00m
Lavar 2:30m
Branqueador/Fixador 6:00m
Lavagem final 4:00m
Estabilizador 1:00m

Quando os filmes saem do estabilizador têm uma aspecto viscoso e azulado, vão ganhando cor conforme vão secando.

Depois de secar os filmes foram digitalizados com o Epson V500, a seguir alguns exemplos (imagens sem edição):







Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • Martin
    23/09/2013 em 5:03 pm

    Aonde é que se consegue o kit para E-6? Faz anos que não encontro! Ao menos aqui nas ruas de fotografia de SP ninguém tem.

    Responder

  • Marcos
    04/08/2013 em 8:24 pm

    gostaria também de comprar a máquina de revelar e os químicos, onde consigo?

    Responder

  • Marcos
    27/06/2013 em 6:10 pm

    É verdade o que o Lonez está dizendo.

    Aonde é que encontramos os químicos para C-41 e E-6 no Brasil?

    Sem falar nestas maquininhas da Jobo que são muuuuito legais e caras.

    Responder

  • Lonez
    27/06/2013 em 5:25 pm

    Muito legal ver um post falando sobre revelação em E-6!
    Tenho muito interesse em revelar cromos em casa qualquer dia desses… o que mais me assusta é como conseguir o Kit Tetenal E-6! Sabe como é… importação tem muito imposto e nem sei se tem como receber por ser produto quimico.

    Mas ficaram muito legais as fotos! Inclusive já estou pensando em adquirir um V500 pra digitalizar também. Indicação do Cassio, la do grupo do face. ;)

    Valeu pelo post! Já deu pra clarear um pouco mais as ideias.

    Responder

Deixa aí seu comentário!