1comentário

Sites Legais: Picfair

por em 09/08/2013
 

Foto acima por “Tim”.

Vez ou outra me perguntam como dá pra começar a, ou tentar, ganhar dinheiro com fotos amadoras. A resposta mais simples e lógica (apesar de haverem outras) seria colocá-la num banco de imagens à venda. Mas até hoje nunca tinha conhecido nenhum banco de imagens simples o bastante para um fotógrafo analógico amador típico.

Ou melhor, até ontem.

screenshot_71Hoje conheci o Picfair (www.picfair.com). Um banco de imagens ainda em desenvolvimento (fase Beta) por um jornalista que ficou de saco cheio e resolveu virar… programador de sites (vai entender). Daí criou esse site, que funciona de maneira muito simples, como está claramente descrito em sua home:

“Picfair é um mercado de imagens aberto à todos, controlado por você. Se alguém quer uma foto sua, você é pago. Você mantêm todos os direitos autorais, você controla o p0reço, e você recebe o que pedir em troca da foto. Nós recebemos apenas uma pequena comissão, paga pelo comprador

Algumas agências têm 320.000 formas de licenciar uma imagem. Picfair tem uma forma só: você vê uma imagem e, dois clicks depois, pode usá-la.”

screenshot_70Quando li essa descrição, e depois de conferir se essa história toda era verdade (o que foi fácil, dada a incrível página de regras de uso deles, que eles chamam de “One Licence to Rulle Them All”… sacou a citação? ;-), é claro, percebi que tinha achado o (ou pelo menos o primeiro) banco de imagens que poderia recomendar pros leitores do QF.

O esquema é realmente simples. Tão simples quanto subir fotos pro Flickr ou pro Facebook. Em poucos clicks você coloca suas fotos (uma a uma, o que ajuda você a subir só as suas BOAS fotos ;-) à venda. Mas atenção pro que pode e pro que não pode subir lá, ok?

Já existem fotos analógicas lá (você encontra procurando por “film”, “analog”, “analogue” e afins), mas são poucas (ou pelo menos são poucas as tagueadas como tal). E as fotos que estão lá têm tudo a ver com as fotos que a galera leitora do QF faz.

E pode ser foto de qualquer tamanho, viu? Não tem mínimo de largura, nem de altura…. e pelo que vi, nem de formato. As fotos, depois de publicadas, mostram as dimensões do original, todas as tags que você botou, quem tirou, a descrição que você quiser dar à foto, e mais alguns trocinhos lá. Bem bonitinho.

Bom, não sei vocês, mas eu vou experimentar. Logo logo vou subir umas fotos pra ver se alguém se interessa. E você? Vai nessa? ;-)

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixa aí seu comentário!