6comentários

Não tem boas fotos? Relaxa!

por em 13/08/2013
 

Foto acima: sala de ensaios de uma banda rock

Uma das coisas com que me deparo com alguma frequência no mundo da fotografia, é uma certa depressão de iniciante. Principalmente quando o dito iniciante começa pela Lomografia. #CALMA! Não tenho nada contra a lomografia, apenas sou da opinião de que cada tipo de fotografia encaixa com cada tipo de fotografo, e a lomografia, por vezes, pode não ser o ideal para quem está a começar.

Tá, mas porquê? Não tem coisa mais fácil que escolher “sol”, “nuvem” ou “casa”, N ou B para bater fotos…

Ag_set_out_d012

gotas de chuva numa janela

Verdade. É fácil para descomplicar as noções básicas da fotografia, como a abertura e a velocidade de exposição. MAS! existem importantes limitações, nomeadamente a abertura das lentes das cameras da Lomography, que por norma nunca é maior que f/8. Uma abertura tão pequena é pouco versátil, fazendo com que a pessoa tenha que ter sempre em atenção qual o ISO do filme que está a utilizar e fotografar apenas nas condições mais apropriadas. Convenhamos: é chato pra caramba ligar pra essas merdas esses detalhes, e é usual que os resultados não saiam sempre bem. Por norma, só 30% de um rolo se aproveita. Se estivermos falando de uma Diana, com filme 120, 30% do rolo serão cerca de 4 fotos. Confessa: você conhece essa história, não é não?

Então, vamos passar ao papo sério.

Errar faz parte. Você vai errar. Você, que não sabe sequer o que é o ISO ou ASA ou DIN ou o #raioqueoparta, vai errar. Você, que já fotografa há 40 anos, também vai errar. Todo o mundo erra. No outro dia li que o segredo para ser um excelente fotografo é mostrar apenas as fotos que saem bem. Entende a mensagem subliminar, caro leitor? Até os Grandes erram, você é que não sabe/vê isso!

faial_diana019

um cadeeiro

Por isso, relaxa! Não fique achando que o problema é você! Pode acontecer que o problema seja a camera (lembra do que falei acima?) ou pode acontecer que você ainda não tenha os conhecimentos suficientes. Mas não é preciso ser um gênio para fazer fotografia! As noções básicas já são o suficiente para você ser feliz e ir crescendo aos poucos. Por exemplo, o Queimando Filme (conhece esse site?) é um excelente local para adquirir os conhecimentos básicos.

Agora, se o problema é a camera, e você de fato está deprimido porque está investindo em rolos e revelações e tem um retorno mínimo, então o conselho é obvio: mude de camera. Sabia que tem milhares de cameras, boas e baratas, esperando por você? As cameras de plástico da Lomography não são as mais baratas, desengane-se! Vá numa loja de câmeras antigas em segunda mão e veja por você mesmo. Pelo preço de uma Diana, você consegue facilmente uma SLR das mais básicas, OU, aquela que eu considero ser uma das melhores cameras para se começar: a Olympus Trip 35, ou modelos semelhantes. Existem algumas diferenças nas possibilidades que ela oferece, mas para mim a mais importante é ter uma abertura grande (f/2.8) ao contrário das cameras de plástico. Além de ser descomplicada; é uma point and shoot simplizinha, ótima para fazer a transição entre a Lomography e algo mais “robusto”.

uma floresta linda

uma floresta linda

Por isso, não desanime. Herrar é umano, e na fotografia vai acontecer N vezes!
Espero que tenha gostado das fotos ilustrando esse post. Como vocês podem ver, eu também erro :-)







Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • Debora
    16/08/2013 em 3:52 pm

    Adoro esses posts que chegam quando a gente quer ler exatamente isso. Minha depressão nem é só com a analógica em si… mas a gente vai tentando e tentando.. e essa coisa de mostrar somente as melhores já é uma prática antiga.. deve ser por isso que as pessoas veem tão poucas fotos minhas! haha
    Thanks pelo posto :D

    Responder

  • 14/08/2013 em 11:33 pm

    Comprei uma câmera de lomografia em janeiro do ano passado, e só agora revelei o primeiro filme. Sofri com essa depressão de iniciante, talvez pela simplicidade total dos recursos, talvez pelo costume com as tecnologias instantâneas virtuais. Acabei achando o processo desanimador, tinha dó de fotografar e de repente não obter um resultado satisfatório, e eventualmente estragar o filme. Mas, passado todo esse primeiro e longo contato com a câmera, revelei o filme essa semana e me surpreendi com o resultado. Será que é porque já não tinha grandes expectativas? Gostei das fotos, e fiquei inspirada a continuar tentando, penso até em herdar antecipadamente umas analógicas esquecidas pela família.

    Responder

    • Diogo G
      15/08/2013 em 8:41 am

      Tentativa e erro também é um bom método! :-)
      Mas faça isso…exija a sua herança já e agora! Será toda uma experiência diferente!

      Responder

Deixa aí seu comentário!