2comentários

50 dicas de como melhorar sua fotografia…

por em 27/08/2013
 

…não é do que você precisa. Dicas são o tipo mais baixo de educação, e apelam pros cérebros preguiçosos. É por isso que são tão populares em blogs de fotografia. Mas muitas dicas sequer passam pela pergunta “Porque?”

E se você começasse a fazer o contrário do que dizem essas dicas? Isso provavelmente resultaria em mais fotos únicas. Isso é tão ruim assim?

Dicas são pilulas de confiança. Elas geram likes e views. Não são conhecidas por criarem grandes obras de arte.”

O texto acima não é meu. Esse texto genial é de um cara chamado C.J. Chilvers, que toca o site “A Lesser Photographer“. E aqui, agora que te peguei pelo pescoço com esse título de post e essa introdução, vou explicar porque sou fã desse site.

Eu conheci ele quando estava escrevendo sobre Slow Photography. Mas fiquei meses e meses sem acessar. Hoje, ao passar por lá, me deparei com uma maturidade e uma simplicidade impressionantes, que me fizeram ler post atrás de post atrás de post, por mais de uma hora (o que, pra esse site, é muita coisa, como você vai descobrir).

O “A Lesser Photographer” é um site que eu gostaria de ter criado. E, acima de tudo, o manifesto criado por ele em 2010, e que rege a filosofia do site, é algo a ser pregado na parede e que, sim, eu gostaria de ter escrito (principalmente o trecho “Go Amateur”!). É claro que discordo de muita, muita coisa que ele posta lá. Mas nem por isso o site perde seu valor.

Os posts são, em geral, curtos, diretos, e muito simples. Alguns m,ais revoltados (como oi que abre esse post), e outros menos, como o recente “Leaving Camera at Home“, ou o educativo “Photography Fundamentals“. Outra característica interessante é a ausência de fotos e imagens em geral no blog. E o autor explica isso ao defender que o blog é pra fazer o leitor pensar sobre suas fotos, e sua forma de ver a fotografia, e não para exibir fotos dele ou de seus amigos. Curti.

Enfim, é um texto pra ler quando se está de bobeira, e absorver as dicas (oops, não pode chamar de dica ;-) dele, e pensar, pensar, pensar.

Pra finalizar, alguns trechos do tal Manifesto, citado acima, pra entender melhor como o cara pensa.

“Fotografia é um dos hobbys mais populares do planeta. Mas você não tem como perceber isso lendo a maioria dos blogs de fotografia, podcasts, livros e tutoriais. Ela é tratada como uma profissão, onde o objetivo é fazer dinheiro, comprar mais e mais equipamentos caros ou colocar suas impressões em galerias pelo mundo. Você fica sendo estimulado a ser um Profissional o tempo todo. E isso simplesmente não é realista para  a grande maioria dos fotógrafos.”

“Toda nova câmera de nivel profissional que é lançada tem como objetivo tirar do fotógrafo mais um pouco do processo mecânico da câmera, pra que o fotografo possa “se concentrar na imagem”. Mas o efeito é exatamente o oposto. Criatividade é sempre estimulada pelos desafios. Isso é uma verdade no cinema, na musica, pintura, escrita e até mesmo na fotografia.”

“Um fotógrafo tecnicamente competente não é mais obastante para insporar. Você precisa contar uma história. E, enquanto estiver contando uma história, não se limite apenas a imagens.”

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixa aí seu comentário!