10comentários

Perdeu a ponta do filme dentro do rolo? Veja aqui como resgatar.

por em 21/09/2013
 

Um dos incidentes mais chatos que podem acontecer durante o manuseio de rolinhos de filmes é perder a ponto do rolo. Para sacar de volta a ponta da película temos duas opções:

1. A arte da improvisação, também chamada de gambiarra , é sempre a melhor pois nos ensina a sair de “enrroladas”. O mestre das gambiarras, MacGyver, nos ensinou que a solução para todos os problemas está sempre à mão, basta usar a criatividade e pronto, problema sanado! No caso da ponto do filme engolida pelo rolo a solução está na ponta da língua, literalmente. Pois é, usar a língua é a solução, veja:

Vamos chamar o rolo de filme com a ponta engolida de canister-problema. É necessário um outro rolo de filme com a ponta para fora. Devemos degustar (o sabor da emulsão é uma delícia) a ponta desse filme. Nossa saliva irá deixar a emulsão bem pegajosa, daí é só enfiar profundamente esta ponta lambida no canister-problema repetidas vezes e conseguiremos fisgar a ponta com puxadas súbitas (saber pescar de anzol ajuda na técnica :-).

São necessárias algumas tentativas, mas a vantagem é não ficar na mão e nem ter de gastar com um puxador profissa. Quem me ensinou a tática lingual foi Teresa Maia, fotojornalista recifense de longa data.

2. A segunda técnica é mais profissa, envolve o uso do filme picker, o saca-filme oficial.
Este, que eu mostro como funciona no video abaixo, eu comprei em Salvador há longos anos. Se você quiser um comece procurando no eBay por “film picker”.

 

Não entendeu? Eu disse “estreitatator plus capivara”. E eu também não sei o que é isso.

Bom, é isso. Sem mistério, viu? :)

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixa aí seu comentário!