3comentários

Na Sua Bolsa #34: Pablo Pabst

por em 26/10/2013
 

O na Sua Bolsa de hoje (sim! Essa coluna ainda existe no QF! Mande a sua! :-) é do Pablo Pabst. Fala Pablo!

Fala galera, meu nome é Pablo, sou skatista arquiteto e paulistano. Fotografo preferencialmente em 35mm e em película colorida. Estou me forçando a usar filmes preto e branco por que um amigo montou um laboratório de ampliação e para ampliar, antes de mais nada precisamos ter negativos P&B. Fotografo silhuetas de prédios, escalas de cores no céu, luzes em desfoque a noite e árvores. Também faço retratos e fotografo pessoas nas ruas, mas nessas ainda tenho bastante vergonha e acho que a vergonha aparece na foto.

Minha bolsa é uma Prospec dos anos 80, que veio junto com uma K1000 e cheirou mofo por uns 2 meses, depois passou. Ela é acolchoada e tem divisões internas presas por velcro. Nela costumo levar:

Uma Canon AE-1 preta montada com uma objetiva canon 1:2.8 28mm, uma rangefinder wide angle pequena NINJA MODE com objetiva 1:1.8 35mm, uma 50 1.4 canon, um flash articulado sem marca, tecido de microfibra, moleskine, lapiseira pentel .9 com marca azul (para não perder no escritório), jogo de rolamentos extra, fones de ouvidos com cancelamento de áudio externo, iphone com pocket light meter, isqueiro, papéis finos negros com goma e kodak´s selection cannister.
Normalmente carrego um fuji sortido e um kodak sortido. Ultimamente coloco também um ilford, nunca se sabe.

As fotos do Pablo  podem ser vistas no linhaoficina.tumblr.comPABLOPABST

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • Thiago
    31/10/2013 em 10:20 am

    Pablo, dá a dica completa desse Pocket Light Meter do iPhone!

    Responder

  • Rafael
    26/10/2013 em 10:02 pm

    Eu sei que tem tuuudo a ver com o post, mas,… Assistam ao filme Blow Up, de Michelangelo Antonioni. Um filme incrível, revolucionário (um dos primeiros famosos a ter temas tão ousados, como sexo), e extremamente ligado a fotografia. O personagem central do filme é um fotógrafo de moda da década de 1960, e mostra perfeitamente os seus instrumentos, câmeras, cenários, ampliações, revelações, etc.

    Responder

Deixa aí seu comentário!