12comentários

Opinião: BUSTED! Fotografia analógica x digital

por em 08/01/2014
 

Foto por Marcelo Colmenero

Foto por Orlando Calheiros

Foto por Orlando Calheiros

Antes de mais nada, gostaria de dizer que esse texto é dedicado ao fotógrafo que acha que fotografia com filme é melhor por simplesmente ser melhor. Que não se questiona. Que fecha os olhos. Ou seja, o fotógrafo, amador ou profissional, que é alguém que ainda não percebeu que o meio não faz a mensagem ser algo de qualidade por si só. E a minha vontade, enquanto você lê essas primeiras linhas, é a de colar um adesivo na testa desse fotógrafo, escrito “BUSTED!” – assim, em caixa alta e com o ponto de exclamação – na base de um tapa bem dado, só pra ver se a pessoa acorda.

Soa absurdo? Meio revoltado demais? Pois bem, infelizmente não é. É bem comum ver, pela internet, pessoas que se consideram superiores por usar filme. A pessoa faz uma foto de mal gosto e posta mesmo assim, pois “foi com filme”. “Foi com o filme x, foi com o processo y, foi com a câmera z de 19-e-Hitler-se-suicidou.” 

Isso não torna uma imagem de gosto duvidoso uma foto melhor. Nunca tornou e nunca tornará. Não estamos entrando aqui no mérito do que é ou não uma foto boa – a questão é o “conceito” de se acreditar que, se a foto foi feita com filme, é boa.

Quem me conhece sabe que eu sou o último a dar pedradas, e acho muito válido as pessoas compartilharem suas imagens para aprender com seus próprios erros. Para crescer. Mas tem muita gente que prefere não crescer, e se esconde atrás de frases feitas do tipo “digital não tem o mesmo tom de filme”, ou então “fotografia digital não é fotografia”.

A grande questão é que, vendo o lado bom, a comunidade fotográfica está cada vez mais voltando a fotografar com filme, ou pelo menos a se interessar. Mas, ao mesmo tempo, isso tem aberto espaço para uma onda enorme de pessoas que, por fotografarem com filme, se sentem superiores. Artigos do tipo “fotos que ninguém tiraria se não fosse digital”, recheados com fotos de comida/unhas/janelas de avião sobre as nuvens/gente pelada na frente do espelho, “condenando” a fotografia digital, então, são um prato cheio para essas pessoas. Como se ninguém, nunca, tivesse feito um dos exemplos que eu citei usando uma câmera analógica. 

Foto por Bruno Massao

Foto por Bruno Massao

Por isso, meus amigos, eu peço que vocês parem e reflitam um pouco sobre o seu próprio rumo fotográfico. Você pode fotografar com filme porque gosta mais, porque acha melhor, porque quer ter controle sobre o processo, o que for. Você pode tudo, menos se achar superior porque fotografa com filme.

Foto por Cezar Reigada

Foto por Cezar Reigada

Mas Bruno, minhas melhores fotos foram todas feitas com filme!

Ok, e você tem todo o direito de achar isso. Só que eu quero que você me diga:

Suas melhores fotos são melhores porque você fez com filme, ou porque você pensou de forma diferente para fotografar?

Ao meu ver, não faz sentido algum você dizer que fotografa melhor com filme porque pensa mais antes de fazer a foto e, quando pega uma digital pra fotografar, se torna um dedo nervoso e tira mais de 20 fotos da mesma coisa – claro, sempre olhando a cada foto, como se milagrosamente a foto melhoraria apenas ao ato de apertar o botão.

Uma foto boa sempre será uma foto boa, independente de ter sido feita com uma Leica M3 ou com uma Holga, com um iPhone ou com uma 5D Mark III, com filme ou com digital.

Fotos boas são feitas por fotógrafos, não por câmeras – ou filmes.

Ao contrário do que algumas pessoas pensam, fotografar com filme não te torna parte de uma resistência enfrentando um exército de máquinas controladas pela Skynet superior. Se você fotografa, independente de ser filme ou digital, você está no mesmo barco.Você apenas não se deu conta.

#porumacomunidadefotograficasemfrescura

Disclaimer: Todas as fotos presentes nesse post são capturas digitais.

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • João Pedro
    01/06/2015 em 2:37 am

    Só espero que você não fotografe como escreve.

    Responder

  • 30/01/2014 em 4:23 pm

    opa bruno. seu texto é muito legal e provocativo. eu fiquei de 2003 a 2013 fotografando com uma phenix 50mm e era apaixonado a cada filme que fazia. nesse ínterim, peguei uma digital uma vez ou outra só pra ver como era e não me sentia confortável. recentemente, estou com uma digital e sinto que ainda não me acostumei totalmente, o que é normal, pois passei 10 anos com uma e estou há apenas 1 ano com outra. mas uma coisa que eu sinto muita falta quando fotografava com filme era a espera e ansiedade em ver aquele filme revelado… eu confabulava sobre como a imagem ia sair. como eu gosto de escrever sobre foto, esse momento de latência era muito inspirador. mais uma vez, parabéns pelo texto.

    Responder

  • Rafael
    11/01/2014 em 8:12 pm

    Não é o meio que faz das suas fotos boas. O grandioso Sebastião Salgado fotografa com câmeras digitais, amplia a foto digitalmente em um tamanho grande e fotografa esta foto em filme, para ampliar novamente. Steve McCurry usa as Hasselblad digitais.São fotógrafos geniais que realizam fotos geniais tanto no filme quanto no digital. Há 20 anos todos usavam máquinas analógicas, e nem por isso fotografavam bem. Os fins neste caso não justificam os meios.

    Responder

  • Pedro
    09/01/2014 em 10:53 am

    Já disse Chase Jarvis: “the best camera is the one that’s with you”…

    Responder

  • 08/01/2014 em 4:53 pm

    Excelente texto, e o disclaimer foi melhor ainda!
    Parabéns.

    Responder

  • 08/01/2014 em 4:06 pm

    Falou e disse! tem uma galera ai precisando tomar vergonha na cara!
    o filme tem suas diferenças em relação ao digital sim, isso não se pode negar! assim como o digital tem suas vantagens em relação ao filme! mais a estética da foto como um todo não depende somente do filme ou do digital, uma foto Ruim vai ser Ruim no filme como no digital! O que vai mudar nisso tudo é o fotografo e sua experiência.

    Responder

  • Luiz Carneiro
    08/01/2014 em 3:12 pm

    Existem pessoas que preferem fotografar com filme assim como existe gente que prefere escrever com lápis a usar caneta, prefere ventilador a ar condicionado e por ai vai… eu gosto de filme.. mas meu objetivo é colódio húmido mesmo sabendo que a qualidade que eu vou conseguir com placas de vidro, com minha experiencia , sera muito inferior as que faço com meu celular…. como diria Belchior.. Amar e mudar as coisas me interessa mais…. srs

    Responder

  • 08/01/2014 em 12:09 pm

    Sensacional Bruno! Clap!Clap!Clap!

    Responder

  • Rui Alves
    08/01/2014 em 11:55 am

    Boa man!!!!!

    Responder

  • Clodoaldo
    08/01/2014 em 11:38 am

    Excelente texto Bruno, realmente o que precisamos é fotografar sem frescura, independente do método utilizado, desde que para nós o resultado tenha sido o esperado, pelo menos “amadoramente” falando, o resto não importa, se é com uma analógica com poucos recursos ou com uma digital full frame, não interessa…
    Abs…

    Responder

Deixa aí seu comentário!