9comentários

Resolvendo dúvidas de fixação com sal

por em 17/02/2014
 

Participando do grupo do Queimando Filme no Facebook, me deparei com várias pessoas tentando fixar seus filmes com sal sem ter qualquer tipo de resultado.

Resolvi, então, contar um pouco da minha experiência com este fixador barato que todos têm à mão.

Não entendo a química da coisa, mas como sou um xereta inveterado curioso, depois de ler um pouco sobre o assunto, resolvi tentar por conta própria.

Antes de resultados, vamos as condições do teste:

Câmera: Agfa Clack – Eu sei, tem um monte de vazamento de luz pela idade, ela nada mais é que uma box câmera bonitinha, mas, dá licença o teste é meu! eu gosto dos resultados dela.

Filme: Lomography BW 100 vencido. Já sei, já sei, poderia ser um filme melhor, mas, não queria gastar um bom filme com processo duvidoso.

Revelador: Caffenol!

Fixador: Sal, água e tempo.

Primeiro, eu tirei as fotos… é claro né?

Depois preparei o Caffenol com a minha incrível e maravilhosa receita.

Logo em seguida eu preparei o fixador. Basicamente você cria uma solução salina saturada.

O que é isto?

Pega meio quilo de sal e vai pondo água e diluindo até não conseguir diluir mais. Se você aquecer a água você consegue uma diluição melhor. Não tem problema em deixar um pouco de sal no fundo, isto indica que a solução não é mais capaz de diluir sal na água.

No meu caso eu fiz quase 700ml de fixador de uso único.

Revelei normalmente e na hora de fixar despejei o conteúdo no tanque e deixei por 24 horas. Sim 24 horas senão não dá certo.

Muitas pessoas deixam 15 minutos e querem resultados… não dá certo. Tem que deixar 24 horas mesmo. Pois é tá repetido para você se lembrar!

Depois de 24 horas você segue o processo de lavagem normalmente, mas eu deixei mais tempo ainda para ter certeza que saiu todo o sal.

Eu realmente não fiquei com esquema de agitação na fixação, no máximo eu agitei umas duas ou três vezes durante as 24 horas e até que funcionou.

Logicamente este processo deve ser usado somente em testes ou quando não existe outra alternativa, quer dizer, eu nunca fixaria minhas fotos de viagem com este processo pois a chance de sucesso não é das melhores.

Os resultados que eu consegui foram satisfatórios. Você não deve olhar a qualidade das fotos, pois o filme não é bom e nem a câmera é das melhores, mas sim o contraste e o jogo de luzes e sombras.

Veja abaixo o resultado.

Espero ter ajudado a esclarecer alguns pontos.

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 
  • 10/04/2014 em 3:52 pm

    Em fixador o importante é ter de 15 a 40% de hipossulfito. Usa-se normalmente ácido para uma quewstão de durabilidade, mesmo. E vale praticamente qualquer coisa: ácido acético, metabissulfito, bissulfito, etc.Não vale a pena forçar demais o fixador, pois daí corre o risco do filme não durar muito tempo…

    Tem uns processos do século XIX que exigem fixador básico. Mas isso é a nota da nota de rodapé.

    Responder

  • Wellingotn
    13/03/2014 em 12:18 pm

    Muito bom, explicação fantástica. Comecei a estudar fotografia há pouco tempo, e esse site tem me ajudado muito. Parabéns

    Responder

  • Igor Gulicz
    03/03/2014 em 9:02 pm

    De parabéns! Só veio um pouco atrasado pra mim (talvez tu lembre de mim de uns dois meses atrás, lá no grupo. Inclusive, foi me respondendo que tu disse que ia fazer esse post um dia).
    Mas então, tu só esqueceu de mencionar que o filme fica delicioso depois das 24 horas e meia lavagem (só pra tirar o excesso). Sério, por mais estranho que possa parecer, eu não conseguia não ficar lambendo as pontinhas sem fotos…

    Responder

  • Estevam
    17/02/2014 em 11:07 pm

    Em breve quero testar o fixador com sal.
    Comprei um tanque de inox (tinha só de plástico) para poder aquecer, assim fixa mais rápido.
    Mas ainda tenho hipo para uns 10 anos…

    Responder

  • Silvano Rocha
    17/02/2014 em 12:12 pm

    Eu uso Tiosulfato de sódio (Hiposulfito de sódio) e comprei 1kg por 6 REAIS. Eu misturo 150g dele e completo com água quente (esquento um pouco para facilitar a obsorção) até completar 1L. Essa mistura dá pra fixar uns 8 filmes tranquilamente (dizem que dá umas 20 vezes) então na pior das hipóteses eu fixarei uns 50-70 filmes com 1kg do quimico, isso dá uns 10 centavos por filme, então não vejo muito sentido em ficar experimentando outras coisas.
    Abaixo o link do produto igual o meu, porém de marca diferente. EU comprei da Quimidrol aqui em Joinville e eles mandam pra todo brasil também.
    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-541111452-tiossulfato-de-sodio-1-kg-hipossulfito-de-sodio-_JM
    Aqui encontram fotos fixadas dessa forma. http://www.flickr.com/photos/41853805@N07/12368314044/

    Responder

    • Marcos Nava
      17/02/2014 em 12:20 pm

      Silvano,
      Na realidade eu não uso sal normalmente, uso um fixador comum. O fato é que fiquei curioso em ver se funcionava e fiz o teste.
      Este post se originou pois algumas pessoas no grupo Queimando Filme do Facebook estavam fazendo fixação com sal de maneira errada, então resolvi mostrar como eu fiz e funcionou.

      Responder

    • 26/02/2014 em 12:13 am

      Caro Silvano,
      você realmente não usa mais nada, apenas o Tiosulfato de sódio?
      Vi uma receita do Ilford recomendando misturar com metabissulfito de potássio (12g apenas), mas fora isso, preparação idêntica a sua.
      Você não percebe diferença alguma de usar o fixador normal?

      Responder

      • Silvano Rocha
        31/03/2014 em 9:04 am

        Bom dia Francisco e Marcos, tudo bem? Então, eu uso o Tiosulfato (Hiposulfito) sozinho, mais nada. Coloco no tanquinho e faço o procedimento por 5 minutos mexendo por 10s a cada 30s. Então, como eu nunca usei fixador normal, não sei sobre sua qualidade. Mais vamos lá, o fixador “normal” é feito de Hiposulfito, tanto que os antigos o chamavam de “sulfito fotográfico”. Deixei 2 meses o filme no laboratório que mandei scannear e peguei ele e o mesmo está novinho, nenhum problema de fixação.
        Eu sou bem cético quanto a “muitos detalhes” e muita perfeição nisso, acho que tem que desencanar um pouco.
        Já fixei 4 filmes e não gastei ainda nem 1 Litro da mistura, e o 1kg do produto que eu comprei só usei 150g, dá pra fixar MUITO filme, deve dar uns 10 centavos por filme.
        Legal Marcos, entendi o propósito do Post, parabéns.
        Abraço a todos

        Responder

  • Martin
    17/02/2014 em 11:14 am

    Legal! Não sabia que seria possível fixar com sal de cozinha! Fora os hipossulfitos só tinha lido a respeito do cianureto como fixador (o qual jamais quero experimentar…).

    Responder

Deixa aí seu comentário!