2comentários

No Detalhe: Filmes, Granulação e Temperatura de Cor

por em 01/08/2014
 

Hoje vamos falar um pouco sobre os filmes.

Em primeiro lugar os “Preto e Branco”.

Normalmente estes tipos de filme são considerados como “artísticos”, mas, na minha opinião, são uma opção para baratear os custos. Isto porque você pode processar o filme em casa sem muitos problemas. OK, você também pode processar os coloridos, mas dá mais trabalho.

Não creio que você deve usar este tipo de filme para tudo, eu evito usar p&b quando o tema “pede” cor, mas nunca devemos esquecer que a simplicidade e a gama de tons podem ser usados em todos os aspectos da fotografia.

Uma dica é que como os p&b não reproduzem cor, é óbvio né o panaca, você deve se concentrar em contrastes de luz e sombra e que forma isto representa.

A sensibilidade à luz de um filme se dá por haletos de cristais de prata. Quando eles recebem luz ficam escuros e formam uma imagem em negativo.

Os filmes mais sensíveis à luz possuem haletos maiores que os de menor sensibilidade e com isto quanto maior o ISO, maior a granulação do filme. Esta granulação impossibilita as grandes ampliações, apesar de você poder usar esta granulação de forma artística e a seu favor.

Os filmes de baixa sensibilidade (ISO de 25 a 100) possuem grãos excepcionalmente fino e com isto a imagem se enche de detalhes e contraste, mas não é nada bom quando as condições de luz não são favoráveis.

Os filmes de média sensibilidade (ISO de 125 a 400) são bem versáteis, balanceando uma capacidade de lidar com um pouco menos de luz sem um grão muito grande.

Os filmes de alta sensibilidade (ISO de 400 a 3200) são bem granulados! Eles devem ser usados em condições baixíssimas de luz aonde existe a necessidade de congelar a imagem. Se o tema for bem escolhido, os grãos podem até realçar a imagem.

Dêem uma olhada nestes artigos que podem ajudar bastante a complementar as minhas idéias:

Agora os coloridos!

Existem dois tipos básicos de filme coloridos: os negativos e os positivos. Os negativos funcionam de forma análoga aos p&b e geram uma imagem negativa, porém o processo de revelação é diferente, já os positivos geram uma imagem pronta, tal como a vemos. As diferenças entre estes dois tipos geram processos químicos de revelação diferentes, C41 para os negativos e E6 para os positivos.

O processo E6 está cada vez mais difícil de se encontrar, e muitos fotógrafos acabam usando o processo cruzado para processá-los. Processo cruzado quer dizer processar um filme positivos como negativo (ao invés de usar E6, usa-se C41).

Tudo que falamos de sensibilidade de filmes p&b se aplicam de maneira análoga aos coloridos, mas ainda existem outras particularidades.

Ao contrário dos filmes p&b, cada filme colorido é projetado para uma “temperatura de cor”.

Esta temperatura de cor se dá pelo fato de que conforme a fonte de luz temos uma cor ligeiramente diferente para ela. É meu amigo, a luz nem sempre é tão branca assim ;).

Os nossos olhos são extremamente adaptáveis e reconhecemos as mesmas cores em várias condições de luz, mas com o filme não é assim.

Por exemplo, se você carregar um filme calibrado para luz do dia e fotografar um tema iluminado por luz de tungstênio, a imagem sairá alaranjada e se fizer o oposto, usar um filme calibrado para tungstênio e fotografar à luz do dia, a imagem sairá azulada.

Existem ainda os filmes “preparados” e infra-vermelho. Como exemplo de filme “preparado” temos os redscales, que geram imagens tendendo ao vermelho. Isto se dá pois os filmes são retirados do carretel e rebobinados invertidos, assim, a imagem passa primeiro pelo plástico do filme para depois atingirem a emulsão (haletos de prata), e como o plástico é vermelho-alaranjado a imagem muda de cor. Dá para fazer isto em casa, mas tem que ser na total escuridão! Que medo!!!!

Os infra-vermelho tem um processo de processamento especial e fotografam as luzes infra-vermelhas, é lógico né…, gerando imagens bem interessantes.

Veja também estes artigos:

Quanto vale esse post pra você?
Pense nisso e, se achar justo, colabore conosco! Você pode apoiar o Queimando Filme através de doações (faça a sua aqui!), divulgando esse post para seus amigos, ou até simplesmente clicando nos banners dos anunciantes! Tudo isso ajuda o Queimando Filme a continuar postando conteúdo de qualidade para todos os amantes da fotografia analógica ;-)

comentários
 
Deixe uma resposta »

 

Deixa aí seu comentário!